Notícias do setor farmacêutico

Vendas de genéricos crescem 6,3% no primeiro semestre e puxam resultado do setor farmacêutico

1.715

Vendas de genéricos crescem 6,3% no primeiro semestre e puxam resultado do setor farmacêutico

A indústria de medicamentos genéricos registrou crescimento de 6,29% no número de unidades vendidas nos primeiros seis meses deste ano, no comparativo com igual período de 2018. No total, foram comercializadas 719.5 milhões de unidades no semestre, de acordo com balanço da PróGenéricos a partir de dados do IQVIA.

 

No mesmo intervalo, as vendas de medicamentos de referência, ou inovadores, registram queda de 0,20% no comparativo com o ano anterior. Os similares cresceram 2,93%. Os números confirmam a posição dos genéricos como motor de crescimento da indústria farmacêutica no mercado doméstico e como principal instrumento de ampliação do acesso a medicamentos no país.

 

Com o resultado, os genéricos fecharam o semestre com 34,07% de participação do mercado medicamentos, em unidades, melhor índice da série história desde que chegaram ao mercado em 2000.  O índice corresponde apenas às vendas realizadas no varejo e não compreende as vendas para hospitais e setor público.

De acordo como balanço da PróGenéricos, os genéricos também registraram forte aderência da classe médica no primeiro semestre do ano. Dos 10 medicamentos mais prescritos no país no período, 6 são genéricos. “Esse indicador demonstra claramente a confiança dos médicos no segmento”, Diz Telma Salles, presidente da PróGenéricos.

 

Para a executiva, “os resultados do semestre  mostram que os genéricos estão cumprindo seu papel histórico de viabilizar o acesso dos consumidores a medicamentos no país. Mais baratos e com a mesma qualidade dos medicamentos de referência, os genéricos estão garantindo que os consumidores consigam seguir com seus tratamentos neste momento de crise econômico e forte aperto no orçamento das famílias”.

 

Desde que chegaram ao mercado em 2000, os genéricos já proporcionaram R$ 137,8 bilhões em economia de gastos com medicamentos para os consumidores brasileiros. O valor é potencialmente maior, uma vez que indicador só considera os 35% de desconto previsto na lei. Atualmente, 120 laboratórios fabricam medicamentos genéricos no país.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/08/07/genericos-variam-quase-380/

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })