Notícias do setor farmacêutico

Pesquisa aponta os laboratórios mais bem avaliados do país

Pesquisa aponta os laboratórios mais bem avaliados do paísO instituto Ipsos divulgou os resultados da terceira edição da pesquisa que indica os laboratórios farmacêuticos mais prestigiados e recomendados pela classe médica. O estudo encomendado pelo Sindusfarma foi baseado em entrevistas online realizadas entre junho e julho deste ano, com 650 profissionais de saúde de todo o Brasil, representando 16 especialidades.

A pesquisa levou em conta 11 quesitos, segmentados em três grandes atributos – imagem corporativa (incluindo avaliações sobre inovação, ações de marketing, confiança, preferência e recomendação), presença (proximidade, visitas mais frequentes e melhor representante) e produtos (qualidade dos genéricos, qualidade dos medicamentos e melhor relação custo-benefício). “A metodologia foi baseada em respostas espontâneas, sem nenhuma menção prévia às empresas. Dessa forma, foi possível ter uma percepção muito mais clara da reputação de cada laboratório e do nível de associação entre marca e produto”, avalia Cassio Damacena, diretor da divisão Ipsos Healthcare.

Confira os indicadores mais relevantes de acordo com cada área:

Cardiologia: Pfizer e Novartis, pela ordem, concentraram a maior parte das recomendações e foram as mais bem avaliadas em sete quesitos.

Clínica geral: O Aché foi campeão em recomendações, seguido de perto pela Novartis e pela Pfizer. A Eurofarma destacou-se pela excelência dos genéricos e de sua equipe de representantes.

Dermatologia: A La Roche-Posay foi recomendada por 92% dos médicos. Já o Aché foi citado especialmente pela maior proximidade e pela relação custo-benefício.

Endocrinologia: A Novo Nordisk foi a primeira colocada em todos os indicadores vinculados à imagem corporativa e também à presença da equipe.

Gastroenterologia: Sete das dez categorias foram encabeçadas pela Takeda, inclusive as de confiança, inovação e recomendação.

Ginecologia: A Bayer foi a melhor em oito quesitos e ainda mereceu 90% de recomendação.

Hematologia: Com 90% de recomendação cada, Janssen e Roche dominaram a lista. A Medley mereceu destaque pela produção dos genéricos. Pesquisa

Neurologia: Uma das áreas que apresentou mais pulverização nos resultados, com a inovação liderada pela Biogen e a Libbs ganhando em preferência e por ter os melhores representantes. A Novartis foi eleita a mais confiável e a de melhor qualidade; e a Eurofarma chamou a atenção pelo custo-benefício e pela proximidade.

Oncologia: A Roche recebeu recomendação de 84% dos entrevistados e venceu em nove das dez categorias.

Ortopedia: Aché, Eurofarma e Pfizer revezaram-se entre as mais bem avaliadas, com o Aché liderando no quesito recomendação.

Otorrino: O Aché recebeu menções especialmente pelas ações de marketing e pelo time de representantes, mas a melhor recomendação foi destinada à GSK, seguida de perto pela Sanofi.

Pediatria: Oito categorias foram lideradas por Aché ou GSK, mas foi a Sanofi a mais recomendada.

Pneumologia: A GSK recebeu 90% de recomendação e foi a mais citada em nove dos dez quesitos.

Psiquiatria: Os melhores indicadores foram registrados por Libbs e Lundbeck, que ganharam mais votos pela confiança e inovação, respectivamente.

Reumatologia: a Janssen foi líder em metade dos quesitos e considerada a mais presente, enquanto a Pfizer recebeu 77% de recomendação e a EMS ganhou na relação custo-benefício.

Urologia: Com 73% de recomendação, a Astellas é dona da melhor imagem corporativa, enquanto a Eurofarma sobressaiu pelo custo-benefício dos medicamentos e pela frequência de visitas.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/08/19/tratamento-mais-acessivel-e-aposta-de-setor-de-saude-para-ganhar-mercado/

Pesquisa

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação