Notícias do setor farmacêutico

Cannabis: Empresas britânicas fecham acordo milionário em aposta no crescimento da marca

cannabis
Aquisição inclui 4 milhões de libras em dinheiro e 3 milhões em ações ordinárias, sendo que o montante de até 2 milhões de libras está atrelado ao desempenho futuro da marca de cannabis. As informações são da Reuters

Em Londres, a empresa de investimentos em medicamentos de cannabis World High Life anunciou um acordo de 9 milhões de libras (que representa 11,2 milhões de dólares) para comprar a marca britânica de óleo de cannabis Love Hemp, na tentativa de construir um negócio europeu.

A empresa também anunciou uma distribuição de ações para levantar até 5 milhões de libras.

Após a corrida para capitalizar a legalização da cannabis nos mercados liderados pelo Canadá, um punhado de empresas listou, ou está buscando emitir ações, em Londres, onde esperam estar na vanguarda do crescimento europeu previsto.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/?hl=pt-br

Na Grã-Bretanha, os advogados alertam que a situação regulatória não é clara, mas as empresas dizem que isso significa que há um potencial inexplorado para atrair investimentos.

David Stadnyk, CEO da World High Life, disse que está evitando o risco com o acordo básico com a Love Hemp, cujos produtos de CBD (canabidiol) não contêm o THC (tetrahidrocanabinol), que altera a mente e é ilegal.

Uma start-up próspera, a Love Hemp tem acordos de distribuição com mais de 1.200 lojas britânicas, incluindo a grande marca Sainsbury’s, que vende sua água com infusão de CBD, e a Holland and Barrett, que vende óleo de CBD. Stadnyk afirma que o acordo deve ser concluído até o final do mês e ajudaria a World High Life a expandir a Inglaterra e a Europa continental, com foco na Alemanha.

A aquisição inclui 4 milhões de libras em dinheiro na conclusão, fornecidas pelos recursos existentes da empresa. O restante é composto por 3 milhões de ações ordinárias pagas à Love Hemp e uma contrapartida diferida em dinheiro de até 2 milhões de libras, com base no desempenho futuro da marca.

Stadnyk, um dos fundadores da Supreme Cannabis, listada na bolsa de Toronto, configurou a World High Life com o objetivo de encontrar oportunidades no espaço da cannabis legal da Europa que, segundo consultores do setor dizem, tem o potencial para ser a maior indústria do mundo dentro de cinco anos.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/09/24/anvisa-deve-legalizar-uso-de-maconha-em-tratamento-de-saude/

Ela foi listada na bolsa NEX London, para empresas juniores que procuravam investimento, no início deste mês, e Stadnyk disse que pretende, eventualmente, estar na principal bolsa de valores de Londres.

A Kanabo Research, de Israel, pretende este ano se tornar a primeira empresa de cannabis medicinal listada na principal bolsa de Londres, como parte dos esforços para arrecadar 4 milhões de libras para testes clínicos e para lançar produtos vendidos sem receita.

Fonte: smokebuddies

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação