Notícias do setor farmacêutico

5 dicas de plano de orçamento para pequenas empresas

empresas

Resumo:

  • O planejamento das empresas para qualquer novo ano é sempre uma tarefa assustadora, já que o futuro carrega incertezas;
  • As perspectivas se complicam ainda mais quando se trata de 2020, por conta do receio de uma recessão global e revoltas políticas;
  • Para colocar em prática planos de expansão dos negócios e manter  a solidez no período de turbulência, é necessário, entre outras coisas, manter um fundo de emergência, contar com o aconselhamento de um consultor financeiro e solicitar um financiamento acessível no momento adequado.

À medida que nos aproximamos do final de 2019, é hora de os empresários voltarem sua atenção para o planejamento de 2020.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/?hl=pt-br

VEJA MAIS: Por que a frase ‘Está fora do orçamento’ é uma mentira

Pensar em um novo ano é uma tarefa assustadora, já que o futuro sempre carrega incertezas – mas isso é especialmente verdadeiro se o assunto for 2020. A economia está crescendo, mas as tarifas comerciais, o receio de uma recessão global e reviravoltas políticas complicam as perspectivas de muitos empresários. Felizmente, existem negócios que mantêm bons resultados, mesmo durante um período econômico instável. Por isso, se você vislumbra planos de expansão ou apenas espera se manter firme, há algumas dicas orçamentárias que deve ter em mente.

Este é um momento empolgante para ser um pequeno empresário.  Oportunidades de crescimento estão em toda parte, e é possível que 2020 possa ser o seu melhor ano . No entanto, para tirar proveito delas, você precisará começar com uma base sólida e isso significa ter uma previsão orçamentária sólida e responsável.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 5 estratégias de planejamento econômico para pequenas empresas e seus proprietários no próximo ano:

  • empresasConcentre-se no fundo de emergênciaTer um fundo emergencial na mão para ajudar a lidar com custos inesperados é obter um apoio fundamental para o orçamento de negócios. Dito isso, uma vez que 2020 pode provar ser um ano repleto de despesas imprevistas, quanto mais dinheiro você dedicar à categoria “prevenção”, melhor. Não me refiro somente a custos relacionados a tarifas ou dinheiro para cobrir uma possível redução de gastos do consumidor. Um número crescente de empresas, em todo o mundo, é afetado por desastres naturais catastróficos. Além disso, boa parte delas é vítima de ataques de cibersegurança que comprometem seus sites e roubam informações de cartões de crédito e dados pessoais de seus clientes. Um relatório da Verizon mostra que 43% das invasões cibernéticas têm como alvo pequenas empresas.
    Um fundo de emergência pode ajudar a colocar seus negócios de volta imediatamente após um desastre (natural ou técnico). De fato, ter esse fundo é fundamental: de acordo com a FEMA, 90% das empresas que não reabrem dentro de cinco dias após um episódio desses tendem a falhar dentro de um ano.
  • empresasSolicite um financiamento acessível mais cedo ou mais tardeSe você está pensando em solicitar um empréstimo comercial, uma linha de crédito ou qualquer outro tipo de financiamento para ajudá-lo a crescer ou apenas como um suporte, não espere até que suas finanças estejam mais desorganizadas do que estão agora. A melhor hora de se candidatar a um financiamento é quando você não precisa dele, uma vez que seu fluxo de caixa está forte ou não há nenhum tipo de pressão com que lidar, como, por exemplo, a falta de dinheiro na conta bancária. Bancos e financiadoras simpatizam com pequenas empresas que têm cofres cheios e crescentes, diferentemente daquelas que estão vivenciando uma queda. Isso não significa, porém, que há necessidade de fazer um empréstimo. É possível se candidatar a formas mais flexíveis de financiamento, como linhas de crédito ou cartões empresariais, que não exigem o uso do dinheiro até que seja realmente necessário. Candidatar-se no momento adequado pode ajudar a conseguir juros acessíveis e termos que pagarão dividendos ao longo do caminho.
  • empresasFoque no ROICada investimento realizado em seu negócio deverá considerar o retorno obtido. O ROI (retorno sobre o investimento), portanto, é uma métrica extremamente importante para pequenas empresas em todos os estágios. Quando há eminência de uma crise, no entanto, o ROI assume uma importância ainda maior. Há momentos, por exemplo, em que a experimentação de novas formas de marketing, como a de influenciadores ou de mídia social, faz sentido para o seu negócio. Essas táticas podem ajudar você a adquirir novos clientes e construir sua marca. Outras formas de marketing, porém, têm um ROI melhor. Pesquisas mostram que ações por e-mail têm melhor retorno sobre investimento do que qualquer outra porque se concentram em objetivos como reter os clientes existentes e transformá-los em compradores leais, em vez de apenas adquirir novos, o que impulsiona muito mais os lucros. Que estratégia obterá o melhor ROI para este mês, trimestre e ano?
  • empresasReduza seus acordos de custo fixoA flexibilidade será fundamental em 2020. Portanto, você vai querer reduzir a quantia de dinheiro que destina para acordos de longo prazo, mesmo que isso signifique sacrificar uma pequena porcentagem de seus lucros. Muitas empresas de soluções de software por assinatura – de gerenciamento de relacionamento com clientes, de e-mail marketing etc.-, por exemplo, normalmente oferecem desconto caso você aceite um acordo de longo prazo. Mas o que acontece se, no meio de 2020, você descobrir que precisa reduzir os custos e não poderá mais pagar pelo contrato? Uma grande parte da infraestrutura de sua empresa pode parar, de modo a atrasar os lucros ou até provocar coisa pior. Uma previsão orçamentária baseada na flexibilidade significa, para alguns empresários, utilizar um espaço de coworking no começo do negócio em vez de assinar uma locação comercial por vários anos. Vale a pena pagar por recursos flexíveis em alguns contextos. Considere o cenário quando você for contratar algo que incorrerá em custos fixos de longo prazo e tenha a possibilidade de diminuir o tamanho do negócio se necessário.
  • empresasObtenha aconselhamento de um consultor financeiroContar com a ajuda de um consultor financeiro é um dos melhores investimentos que você pode fazer em sua empresa. Na verdade, este profissional pode aconselhá-lo a não seguir uma das dicas acima. E tudo bem. Seu negócio é único e pode precisar de insights específicos que apenas alguém certificado para fornecer os melhores aconselhamentos será capaz de providenciar. Na maioria das vezes, é comum usar um software de contabilidade e ferramentas automatizadas para acompanhar suas finanças durante o ano, particularmente em pequenas empresas e aquelas de propriedade única. Contudo, obter o conselho de um profissional em intervalos semestrais ou anuais pode ser de grande ajuda.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/21/na-economia-tudo-parado-e-esperando/

Concentre-se no fundo de emergência

Ter um fundo emergencial na mão para ajudar a lidar com custos inesperados é obter um apoio fundamental para o orçamento de negócios. Dito isso, uma vez que 2020 pode provar ser um ano repleto de despesas imprevistas, quanto mais dinheiro você dedicar à categoria “prevenção”, melhor. Não me refiro somente a custos relacionados a tarifas ou dinheiro para cobrir uma possível redução de gastos do consumidor. Um número crescente de empresas, em todo o mundo, é afetado por desastres naturais catastróficos. Além disso, boa parte delas é vítima de ataques de cibersegurança que comprometem seus sites e roubam informações de cartões de crédito e dados pessoais de seus clientes. Um relatório da Verizon mostra que 43% das invasões cibernéticas têm como alvo pequenas empresas.
Um fundo de emergência pode ajudar a colocar seus negócios de volta imediatamente após um desastre (natural ou técnico). De fato, ter esse fundo é fundamental: de acordo com a FEMA, 90% das empresas que não reabrem dentro de cinco dias após um episódio desses tendem a falhar dentro de um ano.

Fonte: Uol Economia

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação