Notícias do setor farmacêutico

Anvisa aprova medicamento infecções fúngicas em ambiente hospitalar

O GBT – Grupo  Biotoscana anuncia que a Agência Nacional de Vigilância Santitária (ANVISA) acaba de aprovar um novo medicamento para o tratamento de infecções fúngicas em ambiente hospitalar, com apresentação intravenosa e oral.

 

O medicamento foi desenvolvido em resposta à necessidade médica urgente para o tratamento de infecções fúngicas invasivas, naturalmente resistentes a muitas terapias antifúngicas e cada vez mais resistentes a outras terapias disponíveis.

 

Em comparação às moléculas já disponíveis no Brasil, a molécula isavuconazol, comercialmente batizada como Cresemba®, demonstrou diversas vantagens quando comparado aos outros azóis, incluindo eficácia com menos eventos adversos, farmacocinética diferenciada e excelente biodisponibilidade com a administração oral.

 

Com o registro, o medicamento passa a ser um importante reforço no tratamento de pacientes adultos com aspergilose invasiva e para o tratamento de pacientes adultos com mucormicose.

 

“Cresemba® é um medicamento bem diferenciado que atende a uma necessidade médica crítica em pacientes com infecções invasivas por fungos e estamos muito satisfeitos por expandir nossa linha de antifúngicos, especialidade médica onde possuímos uma forte presença comercial e um histórico comprovado e bem-sucedido de desenvolvimento e apoio a classe médica.” disse Claudio Coracini, Gerente-Geral da United Medical no Brasil.

 

Embora sejam consideradas infecções raras, essas infecções fúngicas possuem uma incidência relevante, sobretudo, em pacientes cujo sistema imunológico perdeu a efetividade por conta de outras condições clínicas. Figuram nessa lista pacientes convivendo com HIV/AIDS, transplantados ou pessoas que passaram por cirurgias abdominais complexas. Além destes, pacientes submetidos a transplante de medula óssea, quimioterapia e aqueles submetidos a tratamentos com corticoides e antibióticos de amplo espectro precisam de atenção.

 

O medicamento Cresemba® é registrado e será comercializado no Brasil pela United Medical, empresa do GBT – Grupo Biotoscana, biofarmacêutica latino-americana, sediada no Uruguai e presente em 10 países em toda a região. No mundo, isavuconazol está aprovado em 20 países, incluindo EUA3, Suíça4, além dos estados membros da União Europeia, Jordânia, Argentina, Chile, Colombia e Peru.

 

Com a aprovação pela ANVISA, o isavuconazol aguarda agora a aprovação de preço pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) e a previsão para chegada ao mercado brasileiro é até o final de 2019.

 

 

Referências:

  1. Maertens JA, Raad II, Marr KA, et al. Isavuconazole versus voriconazole for primary treatment of invasive mould disease caused by Aspergillus and other filamentous fungi (SECURE): a phase 3, randomised-controlled, non-inferiority trial. Lancet. 2016;387(10020):760-769. (acessado em: 3 de setembro de 2019)

 

  1. European Public Assessment Report (EPAR) Cresemba: http://www.ema.europa.eu (acessado em: 3 de setembro de 2019)

 

  1. Nos Estados Unidos, o Cresemba é aprovado para o tratamento de pacientes com 18 anos ou mais de idade por aspergilose invasiva e mucormicose invasiva (Cresemba US prescribing information, acessado em: 3 de setembro de 2019).

 

  1. Na Suíça, o isavuconazol é aprovado para o tratamento de pacientes adultos com aspergilose invasiva e para o tratamento da mucormicose em pacientes adultos resistentes ou intolerantes à anfotericina B e em pacientes adultos com insuficiência renal moderada a grave (indicação completa em: Swissmedic – informações aprovadas para profissionais de saúde a partir de agosto de 2017).

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação