Notícias do setor farmacêutico

Papelão, nova matéria-prima dos frascos para cosméticos?

Depois de despontar no universo das bisnagas para cosméticos , o papelão parece estar prestes a substituir o plástico usado na fabricação de garrafas e frascos. Buscando impulsionar o desenvolvimento e a industrialização de garrafas perfeitamente eficazes, recicláveis e produzidas unicamente com biomateriais, a BillerudKorsnäs, fabricante de embalagens de papelão, e a Alpla, fabricante de garrafas plásticas, lançaram o projeto Paper Bottle Community. Várias marcas de bens de consumo, como Carlsberg, The Absolut Company (Pernod-Ricard), L’Oréal e Coca Cola Europa, decidiram participar do projeto.

Coordenado pela Paboco, joint venture criada pela BillerudKorsnäs e a Alpla, o projeto objetiva desenvolver e produzir, em escala industrial, garrafas inteiramente recicláveis à base de celulose de madeira. Revestidas com uma camada impermeável – também fabricada com biomateriais – capaz de resistir a líquidos, CO2 e oxigênio, a garrafa de papelão pode ser usada como embalagem para cosméticos, produtos líquidos (como bebidas gasosas ou não), etc.

Para obter o alto efeito de barreira (capacidade de ser impermeável aos gases) necessário a esse tipo de garrafa, a Paboco optou por usar uma fina película de PEF (polietileno furanoato) produzida pela empresa holandesa Avantium. O PEF é um polímero reciclável de origem 100% vegetal – isso significa que a garrafa pode ser totalmente reciclada, bastando separar o papelão e a película de PEF.

Com a sólida experiência acumulada em vários anos de pesquisas, as equipes responsáveis pelo desenvolvimento da garrafa sustentável à base de papelão registraram seu primeiro sucesso em 2015, quando a empresa dinamarquesa ecoXpac apresentou seu novo produto, fruto de uma colaboração com o Grupo Carlsberg e a BillerudKorsnäs.

Para potencializar o desenvolvimento e as oportunidades comerciais das garrafas de papelão e reforçar a sustentabilidade do setor de fabricação de frascos, a Paboco deseja reunir especialistas de primeira linha das áreas de materiais, design e tecnologia, bem como as grandes marcas de bens de consumo.

“Precisamos trabalhar de mãos dadas. A colaboração abrange toda a cadeia de valor. Dividimos os riscos e unimos nossas forças para que a garrafa de papelão se torne realidade, gerando mudanças radicais na indústria”, explica Gittan Schiöld, diretora interina da Paboco.

Cada uma das marcas pioneiras do projeto Paper Bottle vai desenvolver e criar sua própria garrafa de papelão, a fim de atender às necessidades específicas de sua categoria.

Fonte: Brazil Beauty News

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação