Notícias do setor farmacêutico

LOréal: vendas em alta impulsionadas pela divisão de luxo

As vendas do grupo francês de cosméticos L’Oréal cresceram de forma acentuada no terceiro trimestre (+ 11%) e atingiram um “nível recorde” que não era observado há dez anos. O resultado foi impulsionado, principalmente, pela divisão Luxe, informou o grupo em comunicado na terça-feira (29). O volume de negócios de julho até o final de setembro atingiu 7,183 bilhões de euros (+7,8% à taxa de câmbio e perímetro constantes).

Loja da Kiehl’s – Kiehl’s

A L’Oréal “continua superando os números de um mercado de beleza ainda muito dinâmico. Esse forte ritmo de crescimento foi mantido em um ambiente que permaneceu misto”, disse Jean-Paul Agon, CEO do grupo, em comunicado.
Em detalhes, a L’Oréal Luxe, divisão dedicada aos produtos de beleza premium, com suas marcas Lancôme, Yves Saint Laurent, Giorgio Armani e Kiehl’s, liderou o crescimento (+18,4%, para 2.752 bilhões de euros).  A divisão de dermocosméticos, Active Cosmetics, com as marcas La Roche-Posay, Vichy, SkinCeuticals e CeraVe, também teve um crescimento acima da média do mercado (+16,3% para 606,4 milhões de euros).

A principal divisão do grupo, de produtos de consumo de massa, registrou um aumento sólido, embora mais modesto, de 5,2% (ou 2,7% à taxa de câmbio e perímetro constantes), para 3.003 bilhões de euros. A divisão de produtos profissionais registrou um aumento de 6,1%, para 821,1 milhões de euros. No consolidado, as vendas da L’Oréal totalizaram 21,99 bilhões de euros nos primeiros nove meses do ano, um aumento de 10,7%, ou 7,5% em dados comparáveis.
Por região, a Ásia-Pacífico liderou os resultados, com aumento de 27,1% nas vendas, para 2,28 bilhões de euros, tornando-se o principal mercado da L’Oréal. A China, assim como a Índia, Malásia e Indonésia continuaram crescendo fortemente, com um aumento de dois  dígitos em todas as divisões. A América do Norte registrou um aumento de 4,1%, mas uma queda de 1,3% à taxa de câmbio e perímetro constantes.
“Em um contexto de mercado difícil, a divisão de Produtos de Consumo continua muito penalizada por sua forte exposição ao mercado de maquiagem atualmente lento, mas está experimentando um bom crescimento na categoria de cuidados com a pele graças à L’Oréal Paris”, afirmou o grupo. A Europa Ocidental registrou crescimento de 3,9% (+3,2% à taxa de câmbio e perímetro constantes), para 1,928 bilhões de euros, beneficiando-se principalmente do crescimento das marcas Kiehl’s e Giorgio Armani no terceiro trimestre.

Fonte: Fashion Network

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação