Notícias do setor farmacêutico

Sandoz lança biossimilar de rituximabe no mercado brasileiro

7.025
Sandoz lança biossimilar de rituximabe no mercado brasileiro
Daniel Freire, diretor médico da Sandoz – CRÉDITO: Divulgação Sandoz

A Sandoz, divisão de genéricos e biossimilares da Novartis, lançou o primeiro rituximabe biossimilar do mercado brasileiro. Trata-se do Riximyo, aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como medicamento de primeira linha para tratamento de alguns tipos de linfoma e leucemia. Para artrite reumatoide, tem a indicação de uso depois da falha de outras medicações.

Pioneira no desenvolvimento de medicamentos biossimilares, a farmacêutica  iniciou o estudo clínico global de fase III em linfoma folicular para aprovação de Riximyo em dezembro de 2011, selecionando o Brasil como um dos países participantes. “A novidade amplia a possibilidade de acesso ao tratamento dessas doenças graves, uma vez que apresenta um preço 40% mais baixo do que o biológico de referência”, ressalta Daniel Freire, diretor médico da Sandoz.

Segundo o executivo, os medicamentos biológicos são produzidos a partir de uma célula viva modificada por engenharia genética. O medicamento é aplicado de forma intravenosa e está disponível apenas em hospitais e clínicas. Para o paciente, é uma oportunidade de obter um tratamento de qualidade, com a mesma eficácia e segurança da molécula de referência, o MabThera.

A Sandoz vem ampliando sua atuação no país de maneira estratégica, com foco em um rico conjunto de medicamentos biossimilares em estágio avançado de desenvolvimento. As principais classes terapêuticas incluem oncologia, imunologia e endocrinologia. A companhia foi a primeira a receber aprovação de um biossimilar na Europa, nos Estados Unidos e no Japão.

Globalmente, o portfólio de biossimilares da companhia reúne oito moléculas. Os medicamentos têm sido usados na prática clínica há mais de dez anos, com alcance em mais de 90 países e experiência de mais de 500 milhões de pacientes-dia. “Recentemente, inclusive, a companhia obteve a aprovação de outro biossimilar – da molécula adalimumabe, para tratamento de doenças reumatológicas, dermatológicas e gastrointestinais”, acrescenta Freire.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/08/06/sandoz-planeja-42-lancamentos-e-reformula-embalagens/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação