Notícias do setor farmacêutico

Anvisa aprova medicamento da Teva para enxaqueca

A Anvisa aprovou o medicamento da Teva para o tratamento preventivo da enxaqueca indicado para adultos com pelo menos quatro dias de dor de cabeça por mês. O AJOVY (fremanezumabe) possui apresentação de uma seringa pré-preenchida de 225mg/1,5ml de uso único.

O medicamento vem com duas opções de dose: 225mg mensal administrado em uma única aplicação subcutânea, ou 675mg, a cada três meses (trimestral), em sistema de três injeções subcutâneas. Ele foi avaliado em dois estudos clínicos de fase III, controlados com placebo, e que envolveu pacientes com enxaqueca incapacitante que utilizavam ou não outros tratamentos preventivos orais. Os estudos tiveram a duração de 12 semanas, onde os pacientes obtiveram uma redução no número de dias por mês com dor de cabeça.

AJOVY é um anticorpo monoclonal humanizado que se liga ao CGRP (peptídeo relacionado ao gene da calcitonina), um composto químico que está envolvido com a ativação da enxaqueca e a duração da dor, impedindo sua ligação com o seu receptor.

“A aprovação de AJOVY pela ANVISA reforça o compromisso da Teva em oferecer aos pacientes no Brasil tratamentos inovadores para doenças neurológicas. O medicamento é mais um aliado no tratamento da Enxaqueca, e pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida de tantos brasileiros que são acometidos por esta doença, muitas vezes negligenciada”, conta a gerente geral da Teva no Brasil, Cristiane Giordano. O medicamento deve estar disponível para comercialização no primeiro semestre de 2020.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.