Notícias do setor farmacêutico

Programa de conexão aproxima Hypera Pharma de startups

A Hypera Pharma mantém, até o dia 31 de janeiro, inscrições abertas para o HyperaHub, programa de conexão voltado a startups. A iniciativa, gerenciada pela consultoria Innoscience, foi desenhada a partir da seleção de 11 novos desafios que buscam aperfeiçoar processos operacionais da companhia e também possibilitam a criação de novos produtos e serviços.

Os desafios elegíveis foram categorizados em quatro frentes: Novos Negócios (Novos produtos, serviços ou canais de venda; Novas tecnologias para inovação em produtos), Operações (Automação do controle de produção em sistema puxado; Sistema de gestão da capacidade fabril; Gestão de pessoas por linha de produção; Modelos preditivos para acelerar pesquisas em P&D), Unidades de Negócios (Sugestão de pedido perfeito ao consultor de vendas; Gestão de investimentos em mídia por sell-out; Otimização de investimentos em marketing) e Corporativo (Gestão de metas e desempenho; Chatbot para RH).

As inscrições devem ser feitas pelo site www.hyperahub.com.br. As empresas selecionadas participarão de um pitch day que deverá acontecer em fevereiro e as que forem aprovadas passarão por um período de imersão. As vencedoras terão ainda a missão de realizar um projeto-piloto em ambiente comercial, para que seja confirmada a aderência de suas soluções às demandas da farmacêutica.

“Queremos ser protagonistas na disrupção do nosso modelo de negócios, criando novas capacitações e alavancando nossos ativos para tracionar ideias de alto potencial no setor de saúde, com o objetivo de expandir fronteiras para que as pessoas vivam mais e melhor”, diz Vivian Angiolucci, diretora executiva de Projetos Estratégicos da Hypera Pharma (foto, à esquerda), que coordena o programa ao lado de Maximiliano Carlomagno, fundador e sócio da Innoscience (à direita).

As startups participantes do Hypera Hub também poderão se tornar fornecedoras, parceiras estratégicas ou receber aportes financeiros do Hypera Ventures, que tem como foco a aposta em novas empresas que tenham sinergia com os negócios da companhia. O montante total a ser investido deve chegar a R$ 200 milhões. Os recursos destinados a cada empresa poderão variar entre R$ 1 milhão e R$ 20 milhões, tendo como alvo startups pré-operacionais ou operacionais que já tenham ideias comprovadas. Os recursos do programa são originados do próprio caixa da companhia.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação