Notícias do setor farmacêutico

Onde o combate ao coronavírus dá bons resultados. E por quê?

598

coronavírus

O coronavírus apareceu na China e se espalhou rapidamente. As medidas de contenção vieram depois, mas foram drásticas. Agora, os dados já confirmam que as restrições tiveram efeito positivo. Na Europa, a reação inicial foi mais lenta. Os bloqueio severos começaram há poucos dias, depois da chegada do vírus, que já matou mais de duas mil pessoas só na Itália. A América do Sul está em um outro momento, mais tardio. No Brasil, foram 234 casos registrados até a noite de segunda-feira. Em outros países, como Argentina, Paraguai e Colômbia, já há restrições à entrada de visitantes. Aqui, os bloqueios são progressivos, mas muita gente não atende às recomendações do Ministério da Saúde, como o próprio presidente Jair Bolsonaro. No Ao Ponto desta terça-feira, o repórter Rafael Garcia, da sucursal de São Paulo, conta como a doença atua, de acordo com as medidas mais ou menos restritivas adotadas por governos e populações. E dois brasileiros que moram na Europa, a publicitária Deborah Waldmann, da Itália, e o chef de cozinha Maurício Berlim, da Irlanda, contam como seus países estão enfrentando a pandemia.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/02/26/oms-alerta-para-risco-de-pandemia/

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: Yahoo Brasil

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })