Notícias do setor farmacêutico

EUA iniciam experimentos de nova vacina

319

Uma equipe do Instituto em Pesquisa de Saúde Kaiser Permanente, em Seattle, começou a ministrar as primeiras doses de uma

Uma equipe do Instituto em Pesquisa de Saúde Kaiser Permanente, em Seattle, começou a ministrar as primeiras doses de uma vacina experimental contra o novo coronavírus para um grupo de 45 participantes sadios. Cada um receberá duas doses, com intervalo de 28 dias entre as aplicações.

Veja também: III Fórum da Abraidi adiado para setembro

Os pacientes serão divididos em três subgrupos de acordo com a dosagem e serão monitorados por 14 meses. A remuneração chega a US$ 1.100, mediante presença em todas as visitas médicas e entrevistas por telefone. O trabalho está sendo feito em parceria com a empresa de biotecnologia Moderna e é financiado pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas, vinculado ao governo norte-americano.

Siga nosso Instagram

Com base no material genético do novo coronavírus, os pesquisadores fabricaram moléculas que contêm a receita para a produção da proteína da espícula do parasita – como é chamado o “arpão” que ele usa para se fixar nas células humanas. Com isso, o sistema de defesa reagiria como se tivesse sido invadido pelo vírus real e produziria anticorpos com características que ajudariam a combater a Covid-19.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.