Notícias do setor farmacêutico

Sebrae identifica setores mais afetados pela pandemia de coronavírus

6.781

Construção civil, alimentação fora do lar, moda e varejo tradicional são alguns dos setores mais impactados pela pandemia do Covid 19 no Brasil. Mapeamento do Sebrae mostra que, além destes, outros 10 segmentos estão entre os mais afetados e totalizam mais de 12,3 milhões de negócios, que respondem por mais de 21,5 milhões de empregos. O total de pessoas empregadas nas pequenas empresas é de 46,6 milhões, segundo dados da RAIS de 2018.

Veja também: Onde investir com a Selic a 3,75% ao ano?

Para acelerar o enfrentamento do problema e possibilitar mais rapidamente a retomada da agenda de desenvolvimento da economia, o Sebrae criou um grupo de trabalho e iniciou atuação junto às instituições setoriais e no atendimento direto aos empresários.

Siga nosso Instagram

“Pânico é o medo associado à desinformação. Estamos confiantes que, com a orientação e apoio adequados, os empreendedores de MPE superarão mais este desafio”, afirma o presidente do Sebrae, Carlos Melles, argumento que micro e pequenas empresas seguram o emprego e têm maior capacidade de se reinventar. “Por isso, o Sebrae está retoma a campanha ‘Compre do Pequeno Negócio’, pois a preservação deles está diretamente ligada à manutenção dos empregos no País”, orienta Melles.

O Sebrae também construiu um conjunto de propostas que foi entregue ao Ministério da Economia sugerindo ações em quatro frentes. O pedido inclui a redução de custos com definição de políticas públicas para redução de alugueis, folhas de pagamento, encargos trabalhistas e empréstimos bancários.

Outro item é a viabilização do fluxo de caixa por concessão de linhas especiais para alongamento de prazo com fornecedores e empréstimos bancários, disponibilização de sistemas de garantias, prorrogação do prazo para recolhimento de tributos, unificação da data do FGTS.

A manutenção de empregos é mais uma reivindicação, via ampliação e simplificação do uso de banco de horas, férias coletivas, redução e/ou escalonamento de jornada de trabalho, home office e suspensão do contrato de trabalho com direito ao seguro desemprego por período limitado. Além disso, o Sebrae requisita orientação no sentido de ter o apoio ampliado, especializado e gratuito aos empresários de micro e pequenas empresas, com foco na adequação da operação dos negócios, permitindo a redução dos custos, manutenção dos empregos e sobrevivência das MPE neste período.

Pilares de atuação do Sebrae

Rede de Atendimento

Nivelar informações para adoção de medidas preventivas nos quase dois mil pontos de atendimento físico espalhados pelo país, priorizando o relacionamento com o cliente a distância e revendo o calendário de eventos presenciais e coletivos.

Orientação e apoio aos pequenos negócios

Apoiar os setores mais impactados pela doença, informar empresários e funcionários sobre medidas de prevenção e oferecer orientação gerencial e financeira diante do prejuízo provocado pelo Coronavírus, atuando em parceria com instituições que representam os segmentos afetados.

Articulação de políticas públicas e equacionamento do fluxo de caixa

Negociar ações para promover junto aos entes públicos e privados:

prorrogação do prazo para pagamento de tributos

liberação de linhas de crédito em condições especiais

renegociação e alongamento de dívidas

desoneração tributária

ampliação da garantia de operações de crédito

ampliação das possibilidades negociais da jornada de trabalho, por meio de home office, férias coletivas e banco de horas

Fonte: Jornal do Comércio

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.