Notícias do setor farmacêutico

Rendimento do Tesouro Direto sofre queda e preocupa investidores

Em um momento de mudanças nos mercados a todo o momento, as taxas do Tesouro Direto tiveram uma queda nesta terça-feira, 24 de março. Com os estímulos globais para o combate ao novo coronavírus, os mercados reagem de diversas formas.

Veja também: Crise provocada pelo coronavírus pode afetar 660 mil informais na RMC

O Tesouro Direto, que está operando normalmente, apresentou queda nas taxas dos títulos atrelados à inflação e nos prefixados. Isso significa que quem comprar esses papéis a partir de hoje terá um rendimento menor.

Siga nosso Instagram

Exemplo disso é o Tesouro IPCA+ 2026, que na segunda-feira (23) oferecia rentabilidade anual do IPCA + 4,55% a.a. e agora premia os investidores com IPCA + 4,41%. Os títulos que vencem em 2035 e 2045 passam a render 4,83%, em vez dos 4,95% que vigoravam ontem.

Além disso, os títulos prefixados também sofreram alteração nas taxas. O papel com vencimento em 2023 está oferecendo um rendimento de 6,93% ao ano, enquanto antes oferecia 7,18%. Também teve queda o título que vence em 2031, que caiu de 9,86% para 9,51%.

Tentativas de reaquecer a economia

Mas nem tudo são notícias ruins para os investidores nesse período de crise causado pelo novo coronavírus. Nos Estados Unidos, o Congresso pode aprovar um pacote de US$ 2 trilhões para diminuir os efeitos da pandemia no setor econômico.

Outros países também estão correndo para aprovar medidas que deem mais tranquilidade a quem está aflito com a economia. Na Coreia do Sul, o Banco Central anunciou um pacote de US$ 80 bilhões. Já na Alemanha, o Banco Central trabalha com um pacote de 800 bilhões de euros para ajudar os negócios do país. No Brasil, o Banco Central anunciou R$ 1,2 trilhão em recursos para os bancos.

Tesouro Direto vale a pena?

Tudo depende do seu objetivo. O Tesouro Direto é um investimento de renda fixa, ou seja, na hora que você investe, você sabe exatamente quanto o seu dinheiro vai render, desde que você respeite o prazo de resgate.

A segurança do Tesouro Direto faz ele ser um investimento atraente, pois ele pertence ao governo, que tem uma chance muito menor de quebrar financeiramente do que um banco ou uma empresa da bolsa de valores.

Existem títulos do Tesouro que podem ser resgatados a qualquer momento, como é o caso do Tesouro Selic. Já outros têm um prazo maior para resgate e, se você não esperar até o vencimento, pode perder parte do seu lucro.

Os títulos prefixados são aqueles que mantém uma taxa de rendimento fixa. É uma porcentagem que o seu dinheiro vai render e você já sabe qual é na hora de investir. Já aqueles que são atrelados à Selic ou ao IPCA, podem mudar de acordo com a economia do país. Com os cortes frequentes na Selic, isso diminui o rendimento de quem optou por esse título.

Como começar a investir

Investir no Tesouro Direto não é complicado e pode ser feito por qualquer pessoa. A partir de R$ 30 já é possível investir em um dos papéis e começar a acompanhar o rendimento do dinheiro. Tudo o que você precisa é ter uma conta em uma corretora de valores, como, por exemplo, Easynvest, XP Investimentos, Modal Mais, Rico etc.

É importante estar atendo à questão do Imposto de Renda, pois quando você resgatar sofrerá um desconto de acordo com o tempo que você deixou o dinheiro investido. Quando mais tempo você esperar, menos imposto irá pagar. Vale lembrar que o IR incide sobre o valor do lucro, não sobre o montante investido.

O valor que você investiu no Tesouro Direto também deve constar na sua declaração de Imposto de Renda. As corretoras disponibilizam a documentação para que você anexe na hora de enviar a declaração à Receita.

Tesouro Direto é renda variável?

O Tesouro Direto é um investimento de renda fixa, ou seja, essas mudanças só passam a valer para quem investir agora no Tesouro Direto. Quando você investe em títulos públicos, você tem a segurança de que não perderá seu dinheiro e terá uma rentabilidade no final, mesmo que pequena.

Já quando você investe em ações, você não sabe quanto vai resgatar se precisar do dinheiro. O valor investido pode aumentar ou diminuir de acordo com o valor de mercado da empresa que você escolheu.

O Tesouro Direto, porém, vem sofrendo quedas nos investimentos, apesar da segurança. Em fevereiro, os resgates de títulos superaram a emissão de novos papéis. No segundo mês de 2020, as retiradas de investimentos no Tesouro somaram R$ 960 milhões. O Tesouro Direto como existe hoje, permitindo investimentos de pessoas físicas pela internet, existe desde 2002.

Fonte: Seu crédito digital

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.