Notícias do setor farmacêutico

Com 6,8 mil casos de dengue, Ribeirão Preto faz nebulização contra mosquito transmissor

217

Com 6,8 mil casos de dengue, Ribeirão Preto faz nebulização contra ...Com 6,8 mil casos confirmados de dengue, a Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) realiza nesta segunda-feira (6) um serviço de nebulização de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Um carro vai passar pelas ruas do Parque Ribeirão e Jardim Maria das Graças, na zona oeste da cidade, entre 18h30 e 22h com um inseticida eficaz contra o inseto na fase adulta – que já deixou o período aquático, em ovos e larvas – que estiver dentro dos imóveis.

Deixar janelas abertas e isolar pessoas com problemas respiratórios em cômodos separados são algumas das recomendações a serem adotadas durante a ação, segundo a Vigilância Epidemiológica (veja a lista abaixo).

Casos confirmados de dengue em Ribeirão Preto

Total consolidado até março é 131% maior do que em 2019

Fonte: Vigilância Epidemiológica/ Prefeitura de Ribeirão Preto

Outras regiões deverão receber o serviço de nebulização posteriormente, de acordo com a necessidade epidemiológica, informou a administração municipal.

Os bairros ficam em uma das regiões que concentram o maior número de casos confirmados em 2020. A zona oeste tem 1,9 mil pessoas que contraíram dengue este ano, o equivalente a 28% do total do município.

Apesar da redução de 43% em março, o acumulado do ano representa um aumento de 131,6% na comparação com 2019.

A doença já causou a morte de duas pessoas este ano em Ribeirão Preto e outras sete morreram com suspeita, quatro a mais que no boletim epidemiológico divulgado anteriormente.

Dengue é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti — Foto: Getty Images/BBC

Veja as orientações aos moradores durante a nebulização:

Portas, janelas, vitrôs, cortinas e box de banheiro devem ser mantidos abertos para que o inseticida tenha contato com o interior das casas;

Toalhas de mesa e colchas de cama devem ser mantidas levantadas ou ser retiradas para que não haja barreiras protegendo os mosquitos;

Crianças, grávidas, idosos e pessoas com asma ou bronquite devem ficar em um cômodo fechado durante a nebulização e por pelo menos 15 minutos após a nebulização;

O mesmo vale para cachorros e gatos, assim como aves em gaiolas, roedores domesticados e aquários, um pano pode ser a solução para alguns casos;

na hora da nebulização, as pessoas devem procurar estar o mais distante da rua por onde passa o carro da Prefeitura;

Alimentos devem ser guardados na geladeira e filtros com água para consumo devem ficar bem tampados e cobertos por um pano, assim como fruteiras;

Utensílios de cozinha, como talheres, panelas, pratos e copos, precisam ser guardados em gavetas e armários;

Os objetos que ficarem expostos durante a nebulização devem ser lavados com água e sabão após 15 minutos;

Quem tiver alguma reação ao inseticida deve procurar uma unidade de saúde.

Um carro vai passar pelas ruas do Parque Ribeirão e Jardim Maria das Graças, na zona oeste da cidade, entre 18h30 e 22h com um inseticida eficaz contra o inseto na fase adulta – que já deixou o período aquático, em ovos e larvas – que estiver dentro dos imóveis.

Deixar janelas abertas e isolar pessoas com problemas respiratórios em cômodos separados são algumas das recomendações a serem adotadas durante a ação, segundo a Vigilância Epidemiológica (veja a lista abaixo).

Outras regiões deverão receber o serviço de nebulização posteriormente, de acordo com a necessidade epidemiológica, informou a administração municipal.

Os bairros ficam em uma das regiões que concentram o maior número de casos confirmados em 2020. A zona oeste tem 1,9 mil pessoas que contraíram dengue este ano, o equivalente a 28% do total do município.

Apesar da redução de 43% em março, o acumulado do ano representa um aumento de 131,6% na comparação com 2019.

A doença já causou a morte de duas pessoas este ano em Ribeirão Preto e outras sete morreram com suspeita, quatro a mais que no boletim epidemiológico divulgado anteriormente.

Portas, janelas, vitrôs, cortinas e box de banheiro devem ser mantidos abertos para que o inseticida tenha contato com o interior das casas;

Toalhas de mesa e colchas de cama devem ser mantidas levantadas ou ser retiradas para que não haja barreiras protegendo os mosquitos;

Crianças, grávidas, idosos e pessoas com asma ou bronquite devem ficar em um cômodo fechado durante a nebulização e por pelo menos 15 minutos após a nebulização;

O mesmo vale para cachorros e gatos, assim como aves em gaiolas, roedores domesticados e aquários, um pano pode ser a solução para alguns casos;

na hora da nebulização, as pessoas devem procurar estar o mais distante da rua por onde passa o carro da Prefeitura;

Alimentos devem ser guardados na geladeira e filtros com água para consumo devem ficar bem tampados e cobertos por um pano, assim como fruteiras;

Utensílios de cozinha, como talheres, panelas, pratos e copos, precisam ser guardados em gavetas e armários;

Os objetos que ficarem expostos durante a nebulização devem ser lavados com água e sabão após 15 minutos;

Quem tiver alguma reação ao inseticida deve procurar uma unidade de saúde.

Fonte: G1

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/03/24/79-dos-brasileiros-acreditam-que-a-economia-sera-muito-afetada-pela-crise-do-coronavirus-aponta-datafolha/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.