Notícias do setor farmacêutico

Crianças com coronavírus desenvolveram inflamação rara no coração nos EUA

210
Coronavírus
28.abr.2020 – Estátua da ‘Fearless Girl’, em Nova York (EUA), usa máscara para se ‘proteger’ do novo coronavírus Imagem: Rob Kim/Getty Images

Três crianças infectadas pelo novo coronavírus nos Estados Unidos também estão sendo tratadas de uma rara síndrome inflamatória. A doença, segundo a agência de notícias Reuters, se assemelha à que também preocupou médicos no Reino Unido, na Espanha e na Itália.

As crianças –cujas idades variam de 6 meses a 8 anos– estão recebendo tratamento no centro médico da Universidade de Columbia, em Nova York. Todas elas sentiram febre e apresentaram inflamação no coração e na região dos intestinos.

À Reuters, o Dr. Mark Gorelik, da Universidade de Columbia, disse que os médicos “ainda estão começando a tentar entender o que isso significa”.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/04/23/suica-espera-ter-vacina-contra-covid-19-em-outubro/

Na Europa, médicos italianos e britânicos estão investigando uma possível ligação entre a pandemia de covid-19 e casos da Doença de Kawasaki. Em geral, segundo explica o Dr. Drauzio Varella, a vasculite acomete mais as crianças de origem asiática, com idade entre 2 e 5 anos.

Esse tipo de doença é caracterizado por inflamações das paredes dos vasos sanguíneos, causadas por proteínas produzidas pelo próprio sistema imunológico. Quando elas se instalam, o fluxo de sangue fica prejudicado, assim como o funcionamento das células que dependem desses vasos.

Não se conhece a causa da doença —assim como a da maioria das vasculites—, mas há algumas hipóteses: uma resposta imunológica equivocada do organismo (um “auto-ataque” dos anticorpos) e infecções causadas por doenças virais —como a covid-19, por exemplo.

Gorelik disse acreditar que a síndrome desenvolvida pelas três crianças não é a Doença de Kawasaki, mas sim um processo similar, desencadeado justamente por conta do coronavírus, que pode ter ativado uma resposta errada dos anticorpos desses pacientes.

Os EUA é de longe o país com mais casos confirmados de covid-19: pouco mais de 1 milhão, segundo balanço da Universidade Johns Hopkins. O número de mortes passa de 58 mil.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: BOL

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })