Notícias do setor farmacêutico

Laboratório de Bangladesh cria genérico do Remdesivir

73

A Beximco Pharmaceuticals, laboratório farmacêutico de Bangladesh, informou que é primeira empresa em todo o mundo a comercializar a versão genérica do Remdesivir. O medicamento antiviral, fabricando pela norte-americana Gilead Sciences (NASDAQ: GILD), está sendo utilizado no combate ao novo coronavírus (Covid-19).

A companhia, sediada em Deca, na capital de Bangladesh, venderá o Remdesivir pelo valor equivalente a US$ 71 (cerca de R$ 396) por frasco para clínicas privadas. No entanto, hospitais públicos que tratam exclusivamente de pacientes do coronavírus receberão o medicamento de forma gratuita.

Ainda segundo o diretor de operações da empresa, Rabbur Reza, um paciente em estado crítico deivo ao vírus precisará de ao menos seis fracos do antiviral.

A Beximco poderá produzir o medicamento, que já é patenteado nos Estados Unidos, sob as condições da Organização Mundial do Comércio (OMC), a qual concede a países subdesenvolvidos isenção da procura por licenças.

O Remdesivir foi liberado, no início deste mês, pela Food and Drug Administration (FDA), órgão que controla o sistema farmacêutico nos EUA, para o uso emergencial em pacientes infectados pela Covid-19. Esse foi o primeiro experimento respaldado por dados clínicos iniciais ao combate do vírus.

Países buscam o medicamento fazer frente ao coronavírus

De acordo com Reza, a companhia “também está recebendo consultas de outros países”. “O medicamento não será fornecido pelos canais de distribuição tradicionais. Se alguns governos precisarem da nossa droga, nós a exportaremos”.

O orgão de patentes de medicamentos da Organização das Nações Unidas (ONU), que está ajudando a Gilead a encontrar parceiros na disseminação do antiviral, entrou em contato com a Beximco para questionar se havia o interesse no licenciamento voluntário do Remdesivir. Segundo o diretor da companhia, a Beximco está aguardando uma reposta.

De acordo com o comunicado da empresa, o medicamento será comercializado em Bangladesh sob a marca ‘Bemsivir’. O país possui mais de 26 mil casos confirmados para a Covid-19, matando 386 até esta quinta-feira (21), segundo dados da universidade norte-americana John Hopkins.

O número de casos confirmados pelo coronavírus ultrapassou a marca de cinco milhões nesta quinta-feira. São mais de 328 mil mortos e cerca de 1,9 milhão de recuperados. Estados Unidos, Rússia e Brasil são os países com mais casos confirmados.

Fonte: Sunoresearch

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/05/15/fabricante-abre-mao-de-patente-de-remedio-contra-novo-coronavirus-mas-exclui-brasil/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.