Notícias do setor farmacêutico

Venda de cannabis cresce no Canadá mas empresas enfrentam crise

41

 

cannabis
(Arquivo) Estufa da empresa canadense Tilray em Cantanhede, Portugal – AFP

Embora a pandemia do novo coronavírus tenha impulsionado as vendas, o setor canadense de cannabis enfrenta sérias dificuldades, menos de dois anos após a legalização da droga, apontam especialistas.

Por medo da escassez, ou para controlar o estresse, canadenses recorreram às lojas e sites de cannabis durante o confinamento. As vendas aumentaram quase 20% em março e abril, segundo a Statistics Canada.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

“A Covid-19 teve um efeito positivo. Vimos alguma transferência do mercado negro para o mercado legal”, explicou à AFP o especialista Bradley Poulos, que dá aula na Universidade de Ryerson, em Toronto. Mas o coronavírus chegou no pior momento para esta jovem indústria, que já enfrenta “sua cota de desafios”, entre eles problemas de rentabilidade, um ano e meio depois que o Canadá se converteu, em outubro de 2018, no segundo país, depois do Uruguai, a legalizar a droga, assinala.

A medida criou uma economia completamente nova. Os canadenses se estabeleceram entre os líderes do setor, crescendo no exterior, principalmente na Europa, vista como futuro grande mercado para a cannabis medicinal. O mundo financeiro também lhes abriu as portas e muitas empresas são negociadas nas bolsas de Toronto e Nova York.

– Cannabis comestível –

Com sede na região de Ottawa, a Canopy Growth é a maior produtora de cannabis presente no mercado de ações, com uma capitalização de cerca de 5,6 bilhões dólares. Entre seus principais concorrentes estão Cronos Group e Aphria, também com sede em Ontario, e Aurora Cannabis e Tilray, localizadas no oeste do país.

Mas a euforia diminuiu rapidamente. Entre projeções muito otimistas, problemas de gestão e erros de comercialização, o setor se viu com excesso de capacidade, enquanto as empresas acumularam prejuízos e viram suas cotações caírem no mercado de ações.

“A capacidade do mercado legal de competir com o mercado negro foi prejudicada por uma série de regras governamentais”, explicou Richard Carleton, diretor-executivo da Canadian Securities Exchange, que reúne empresas de cannabis canadenses e americanas negociadas em Toronto. As restrições à publicidade e a implantação muito lenta das lojas físicas afetaram o desempenho da indústria, assinalou.

Carleton tinha muita esperança na abertura de centenas de lojas em 2020 e na recente legalização de produtos novos, incluíndo alimentos e bebidas à base de cannabis, cujas margens são maiores do que a das flores secas, mas os planos foram parcialmente interrompidos pela pandemia, disse.

– À beira da quebra –

A pandemia de Covid-19 pesou nas operações dos produtores quando a maioria deles passava por uma reestruturação estratégica. No ano passado, várias empresas tiveram que interromper seus planos de expansão e cortar algumas de suas operações para se tornarem mais rentáveis, e vários executivos foram substituídos.

A crise exacerbou os problemas de liquidez na indústria, ameaçando a sobrevivência das pequenas empresas, disse Rishi Malkani, chefe do setor de cannabis da Deloitte Canadá. Desde o começo do ano, cerca de 10 empresas se declararam em quebra e espera-se que outras sigam por este caminho “no verão ou outono”.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/05/29/bulgaria-aposta-na-vacina-para-tuberculose-contra-coronavirus/

“Se considerarmos o copo meio cheio, a pandemia apenas irá acelerar o ciclo de consolidação esperado na indústria”, disse Malkani. “Os menores desaparecerão e os que estiverem mais bem armados e capitalizados irão dominar o setor.”

Richard Carleton é otimista. Destaca, por exemplo, que o setor “continua crescendo” e comemora que a cannabis tenha sido considerada essencial durante a pandemia. “Isto fez diminuir ainda mais o estigma associado ao setor e deu legitimidade à indústria.”

Fonte: IstoÉ Dinheiro

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })