Notícias do setor farmacêutico

Tratamento de 5 dias de remdesivir custará US$ 2.340, diz Gilead

23

A Gilead Sciences disse que cobrará do governo dos Estados Unidos e de outros países desenvolvidos US$ 390 por frasco de remdesivir para o combate ao coronavírus, ou US$ 2.340 por um tratamento típico de cinco dias.

Na segunda-feira, a Gilead disse em comunicado que ofereceria esse preço a países desenvolvidos do mundo inteiro a fim de criar um modelo de preço único para evitar a necessidade de negociações país por país que pudessem desacelerar o acesso.

“Queríamos garantir que nada impedisse o remdesivir de chegar aos pacientes”, disse o CEO da Gilead, Daniel O’Day, em entrevista. O preço “garantirá que todos pacientes no mundo inteiro tenham acesso a este medicamento”.

O preço de US$ 390 por frasco se aplica a entidades governamentais. Quando a oferta for ampliada e a Gilead começar a vender o medicamento em canais de distribuição normais, o preço de tabela para companhias de seguros privadas e outros clientes comerciais nos EUA será de US$ 520 por frasco, ou US$ 3.120 por um período de cinco dias.

O remdesivir é um dos primeiros medicamentos amplamente utilizados contra a Covid-19. O medicamento recebeu autorização de uso emergencial de órgãos reguladores dos EUA em maio, depois que um grande estudo revelou que o fármaco acelerou a recuperação em cerca de quatro dias de pacientes hospitalizados. Centenas de tratamentos e vacinas estão em desenvolvimento globalmente em meio à corrida de pesquisadores para encontrar maneiras de deter a pandemia que infectou mais de 10 milhões de pessoas e matou mais de 500 mil.

A empresa sugeriu que poderia cobrar mais com base no valor fornecido pelo medicamento, a típica abordagem usada por farmacêuticas ao fixar preços para terapias inovadoras. A empresa argumentou que o remdesivir poderia economizar US$ 12 mil por paciente ao permitir que pessoas recebam alta dos hospitais mais rapidamente. Mas a empresa decidiu por um preço mais baixo para garantir que todos países desenvolvidos possam pagar.

Equilíbrio

Algumas estimativas apontam que o remdesivir seria rentável por até US$ 4.500 para um período de tratamento. Outras organizações, como o grupo de direitos do consumidor Public Citizen, disseram que o medicamento deveria custar apenas US$ 1 por dia, com base em cálculos de que poderia ser fabricado em escala por farmacêuticas de medicamentos genéricos por esse valor.

Na entrevista, O’Day disse que US$ 1 por dia “não era um preço realista”.

O’Day disse que determinar o preço do medicamento foi um ato de equilíbrio. Por um lado, a pandemia avança e não há cura. Por outro, a empresa é uma entidade com fins lucrativos que fez um enorme investimento na fabricação de grandes quantidades do medicamento rapidamente, além de desenvolver novas versões mais fáceis de administrar.

Fonte: BOL

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/06/23/coronavirus-remdesivir-inalavel-sera-testado-em-casos-iniciais-da-doenca/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })