Notícias do setor farmacêutico

Boa alimentação ajuda a fortificar o sangue

Cardápio rico em nutrientes livra o organismo de problemas como a anemia

31

Beterraba é ingrediente rico em ferro - sangue

Sangue – O mês de conscientização para a doação de sangue no Brasil, batizado de Junho Vermelho, chama atenção para um elemento importante ao bom funcionamento do corpo. Com ele é realizado o transporte de oxigênio e nutrientes úteis à formação celular, além do deslocamento de anticorpos pelo sistema circulatório. Funções essenciais, que exigem cuidados para a sua boa formação.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Para isso, vale entender que o sangue é um tecido vivo composto por uma parte líquida, chamada plasma, constituída por água, sais minerais, vitaminas e fatores de coagulação, na qual estão misturadas as partes sólidas, como hemácias, leucócitos e plaquetas. Para fortalecer esse complexo são necessários três substratos obtidos através da alimentação, como o ferro, o ácido fólico e a vitamina B12. Todos eles, aliás, fáceis de encontrar em diversos ingredientes disponíveis no mercado.

“Não à toa, o termo ‘afinar o sangue’ vem para designar os alimentos que são anticoagulantes,   que têm a função de prevenir problemas relacionados à coagulação sanguínea, como varizes e trombose”, diz a nutricionista Aline Gomes. Ainda de acordo com a especialista, alguns itens possuem substâncias que podem bloquear a formação de coágulos sanguíneos, como por exemplo o alho, que contém os substratos chamados alicina e ajoene, que bloqueiam a união das plaquetas. “Também temos a cebola, que é rica em adenosina e tem a mesma função de bloquear a agregação dessas plaquetas e são popularmente conhecidos por essa função de ‘afinar o sangue’”, completa.

Canela, azeite de oliva e cúrcuma merecem destaque na lista dos alimentos anticoagulantes. Isso sem falar em peixes variados, como a sardinha, atum, cavalinha, anchova, na média de consumo de três vezes na semana. Só assim para aumentar os níveis de ômega 3, que também têm essa função de prevenir a formação de coágulos e de doenças cardiovasculares. “E não se esqueça de linhaça e chia”, alerta a nutricionista.

Anemia
Quando o indivíduo não é portador de deficiência congênita, que existe logo ao nascer, ele pode sofrer de anemia no decorrer da vida por conta da carência dos nutrientes essenciais para a produção de glóbulos vermelhos. E isso também pode ser resolvido com boa alimentação, segundo os profissionais de saúde.

A lista inclui itens ricos em ferro, como a beterraba e o feijão, além de alimentos com vitamina C, como laranja e limão. Neste caso, vale lembrar que a presença da vitamina é para melhorar a absorção do ferro pelo organismo. Também é importante incluir fontes de vitamina B12, que estão presentes em fígado e carnes vermelhas em geral.
Já os ingredientes ricos em ácido fólico, também indispensável na saúde do sangue, são espinafre, brócolis, acelga, couve-flor e outros vegetais verdes escuros.

Fonte: Folha de Pernambuco

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/07/01/grupo-tapajos-aposta-no-digital-para-manter-faturamento-acima-de-r-1-bilhao/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })