Notícias do setor farmacêutico

Vacina da Novavax apresenta resultado positivo em 1ª fase de testes

46

A companhia de biotecnologia americana Novavax informou nesta terça-feira, 4, que teve resultados positivos na fase 1 de testes de sua candidata a vacina para covid-19. A empresa diz que a vacina foi bem tolerada e produziu uma resposta imune “robusta” nos participantes da pesquisa. Agora, a empresa diz que os dados foram submetidos à revisão dos pares para uma publicação científica e já estão disponíveis online. Após o anúncio, a ação da empresa caía 10,47% no after hours em Nova York, às 17h50 (de Brasília).

Nos últimos três meses, a ação da empresa subiu mais de 700%. A companhia nunca conseguiu desenvolver com sucesso uma vacina em mais de três décadas de existência, mas agora recebeu recursos da Fundação Bill & Melinda Gates e do governo americano para buscar a imunização contra a covid-19. Além de ter sucesso na fase 1, é preciso que uma candidata a vacina se saia bem nas fase 2 e 3 dos ensaios clínicos para ser utilizada.

O teste contou com cerca de 130 voluntários saudáveis e deu a eles um placebo ou uma das quatro doses de sua vacina. Todos que receberam a vacina desenvolveram anticorpos neutralizantes contra o SARS-CoV-2, que podem ajudar a prevenir a infecção. As melhores respostas vieram de voluntários que receberam duas injeções da vacina da Novavax com três semanas de intervalo. Após 35 dias, esses participantes tinham níveis de anticorpos neutralizantes que eram, em média, quatro vezes mais altos do que o observado em um grupo de 32 pacientes que haviam se recuperado da doença.

Cerca de 80% desses voluntários tiveram efeitos colaterais no local da injeção, incluindo dor e sensibilidade. Mais de 60% teve outros efeitos colaterais, principalmente dores de cabeça, dores musculares e fadiga. A maioria das reações foi leve ou moderada, mas oito pacientes tiveram efeitos colaterais que foram classificados como graves; Novavax afirmou que nenhum deles exigia hospitalização. Todas as reações foram resolvidas após alguns dias, e nenhuma apresentou risco de vida.

Outras farmacêuticas como Moderna, AstraZeneca e Pfizer estão recrutando mais de 30.000 voluntários para os testes de fase 3, destinados a determinar se suas vacinas podem impedir a covid-19. A Novavax planeja iniciar um estudo semelhante no outono, acompanhado por Johnson&Johnson, Sanofi, entre outros.

A vacina da Novavax está entre as poucas financiadas pela operação “Warp Speed” — um esforço dos EUA para desenvolver tratamentos e vacinas para o novo coronavírus até o final deste ano.

A empresa vai receber US$ 1,6 bi em financiamento do governo americano, que pagará 100 milhões de doses de NVX-CoV2373, se as vacinas se provarem seguras e eficazes. A empresa também está recebendo mais de US$ 388 milhões da Coalition for Epidemic Preparedness Innovations, uma organização sem fins lucrativos financiada em parte pela Fundação Bill e Melinda Gates.

Fonte: Exame

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/07/13/reino-unido-podera-implementar-vacina-contra-covid-19-em-meados-de-2021/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })