Notícias do setor farmacêutico

Tendinite do Tendão de Aquiles: Causas, sintomas e tratamento

67

A tendinite do tendão de aquiles é o resultado de um esforço excessivo dessa estrutura. É um problema que exige tratamento porque pode gerar complicações, como a calcificação do tendão.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Algumas pessoas são mais propensas a desenvolvê-lo por causa das atividades que exercem ou de características anatômicas. Quando essa inflamação se manifesta, gera dor e dificulta a ação de caminhar ou correr, causando limitações.

Neste artigo falaremos sobre esse tipo de tendinite, suas causas, sintomas e as opções de tratamento. Continue lendo para aprender mais sobre o problema que afeta os pés!

O QUE É TENDINITE DO TENDÃO DE AQUILES

A tendinite do tendão de aquiles é uma inflamação que afeta esse tendão ou seu revestimento. Também chamada de tendinopatia do Aquiles, é o principal problema que atinge essa estrutura e apresenta dois tipos:

  • tendinite insercional: afeta a porção inferior do tendão, que faz conexão com o calcanhar;
  • tendinite não-insercional: afeta a porção média do tendão, de 2 a 6 cm acima do calcanhar. As fibras sofrem degeneração e podem ficar espessas.

CAUSAS DESSE TIPO DE TENDINITE

Dificilmente a tendinite do tendão de Aquiles ocorre por trauma. Geralmente, resulta de estresse repetitivo, um esforço constante sobre o tendão por atividades intensas ou processo natural de envelhecimento.

É comum em pessoas praticantes de esportes, atividades físicas diárias e entre profissionais que exercem movimentos repetitivos. Indivíduos com alterações no formato dos pés também podem desenvolver essa inflamação.

Portanto, algumas causas são:

  • esforço intenso sem preparo físico;
  • excesso de exercícios;
  • alterações bruscas nos treinos;
  • esporões ósseos;
  • alterações na anatomia do pé (como pé pronado);
  • corrida sobre pisos irregulares;
  • obesidade;
  • doenças sistêmicas (hipertensão e diabetes);
  • uso de calçados com pouco apoio;
  • uso de saltos muito altos ou com frequência.

SINTOMAS DESSE PROBLEMA

A tendinite do tendão de Aquiles é muito incômoda e dolorida. Além da dor, pode ser percebida a rigidez na região do calcanhar, na panturrilha e na perna. As sensações dolorosas se intensificam ao subir escadas e terrenos inclinados ou ao aumentar a velocidade da caminhada e da corrida.

Em alguns casos, também é possível notar:

  • vermelhidão na pele;
  • sensação de calor;
  • inchaço;
  • estalos ou crepitação ao movimentar o pé;
  • espessamento do tendão;
  • limitações de movimento.

TRATAMENTOS PARA TENDINITE DO TENDÃO DE AQUILES

A tendinite do tendão de aquiles necessita de tratamento porque pode trazer complicações. Quando é repetitiva (crônica ou de repetição), há a possibilidade de o tendão romper parcial ou totalmente. Suas fibras podem calcificar por causa das tentativas do organismo em cicatrizar a lesão. Isso também aumenta o processo degenerativo.

É fundamental procurar ajuda especializada o quanto antes para iniciar o tratamento, evitar danos e acelerar a recuperação. Ainda assim, ela acontece de forma lenta porque pode levar até 3 meses para os sintomas desaparecerem. Quando há demora, esse tempo pode aumentar para 6 meses.

De toda a forma, a tendinite do tendão de aquiles tem cura e a recuperação acontece sem deixar sequelas. Algumas terapias comumente utilizadas são:

  • repouso: para reduzir sintomas e evitar a piora da lesão;
  • aplicação de gelo: também para reduzir sintomas e desacelerar a inflamação;
  • medicamentos anti-inflamatórios: reduzem os sintomas, favorecendo o processo de cicatrização;
  • fisioterapia: são realizados programas de reabilitação personalizada para cada paciente, conforme suas necessidades e queixas;
  • exercícios: podem ser feitos alongamentos em casa ou o fortalecimento excêntrico, sob supervisão do fisioterapeuta;
  • uso de órteses: em casos de dor mais intensa, a bota de caminhada pode ser usada por um certo período.

Outra medida importante para tratar a tendinite do tendão de aquiles é substituir os calçados utilizados por aqueles que oferecem melhor apoio para os pés. Dessa forma, oferecemos um suporte mais suave para o calcanhar, reduzindo a irritação do tendão.

A cirurgia somente é indicada caso todas as demais terapias não tenham surtido efeito, mesmo após 6 meses de tratamento. A técnica varia conforme a localização da lesão e os danos instalados.

É possível prevenir a tendinite do tendão de aquiles evitando o esforço excessivo dessa estrutura. Caso você note sintomas, procure um especialista para que a recuperação seja mais rápida e a condição não limite suas atividades.

Fonte: Doctor Shoes

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/09/28/ofertas-conheca-estrategias-do-e-commerce-para-clientes-gastarem-mais/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })