Notícias do setor farmacêutico

CEO da Roche alerta para expectativas muito altas por vacinas

103

As esperanças de muitas pessoas em uma vacina rápida contra o coronavírus ainda são muito altas, alertou o diretor-presidente da Roche, Severin Schwan, que faz coro a líderes da indústria farmacêutica que tentam moderar as expectativas.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

É “completamente irreal” esperar que uma vacina contra a Covid-19 esteja amplamente disponível até o fim deste ano, e a maioria das pessoas provavelmente não terá acesso a uma injeção até o segundo semestre de 2021, disse Schwan em entrevista à Bloomberg TV.

As empresas precisam de tempo para testar as possíveis vacinas em pessoas suficientes para ter certeza de que são seguras e, então, aumentar a produção, disse o executivo. Embora a Roche não esteja desenvolvendo uma vacina contra o coronavírus, a empresa tem uma parceria com a Regeneron Pharmaceuticals para um potencial tratamento.

“Há um perigo aqui, porque se você estabelecer expectativas erradas, as pessoas ficam frustradas e desistem”, disse Schwan. “Se você tem expectativas realistas, então mantém as pessoas alinhadas e te apoiando, e tem a credibilidade que precisa como líder.”

Schwan é mais um líder do setor a pedir uma perspectiva mais realista, já que o aumento dos casos e medidas mais rígidas contra a Covid alimentam a frustração da população. Na Europa, os lockdowns originais voltam a ser implementados, pois governos perceberam que uma abordagem fragmentada não tem sido suficiente para conter a propagação do coronavírus.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que acreditava que o país teria uma vacina “muito, muito em breve”, mas reconheceu pela primeira vez no início deste mês que isso provavelmente não seria possível antes das eleições de 3 de novembro.

Vas Narasimhan, CEO da Novartis, citou um cronograma semelhante para o final de 2021 em entrevista no mês passado. A Pfizer, uma das líderes na corrida por uma vacina, disse na semana passada que não teria como solicitar autorização de emergência para uso nos EUA antes do fim de novembro deste ano – e que precisará monitorar a segurança por dois anos.

E como nem todos escolherão ser vacinados, a Covid-19 provavelmente será endêmica, mesmo se uma vacina estiver disponível, disse David Ricks, diretor-presidente da Eli Lilly.

Fonte: Press From

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/10/21/governo-deve-entender-que-remedio-e-investimento-nao-despesa-diz-presidente-do-sindusfarma/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })