Notícias do setor farmacêutico

Conheça a serotonina, o hormônio da felicidade

244

Você conhece o neurotransmissor conhecido como hormônio da felicidade? É a serotonina. Essa substância química responde por diversas

Você conhece o neurotransmissor conhecido como hormônio da felicidade? É a serotonina. Essa substância química responde por diversas funções do corpo, como controlar a temperatura, o ritmo cardíaco, além de auxiliar em funções relativas ao sono, apetite, humor e memória.

Veja também: Conheça sete funções da serotonina no organismo

Agora que você já conhece a serotonina, está na hora de aprender a aumentar os níveis desse hormônio no seu organismo. As dicas vão desde a refeição, até momentos ao ar livre e também uma pitada de nostalgia.

Siga nosso Instagram

Reviva bons momentos

Algo que pode ajudar a aumentar a serotonina é reviver momentos do passado. Que tal revisitar aqueles álbuns de fotos antigos? Ou então aquelas fotos mais velhas que você tem no celular mesmo.

Ao acessar esses registros, busque sentir novamente as sensações daquele momento e reviver aquelas emoções positivas.

Faça exercícios

Esse é um hábito que une o útil ao agradável. Podendo ser facilmente encaixados na rotina, exercícios regulares são comprovados cientificamente como antidepressivos, além de aliviarem as tensões do dia a dia.

Você pode escolher aquela atividade física que mais agrada, como natação, corrida, ciclismo, exercícios em casa mesmo, yoga ou até mesmo dançar. O importante é mexer o corpo.

Passe tempo ao ar livre

Aproveite um quintal, varanda, laje, qualquer cantinho que seja bom para um belo banho de sol. Ficar exposto aos raios solares aumenta a serotonina, que tem sido utilizada até como tratamento em casos de depressão sazonal, ligada as épocas mais frias do ano.

Você pode aproveitar e fazer um “dois em um”, praticando a sua atividade física ao ar livre.

A felicidade começa no prato

Apesar de muitas pessoas realmente sentirem prazer a fazer uma bela refeição com seu cardápio favorito, não é bem disso que estamos falando. Nutrientes como triptofano, niacina, vitamina B3 e magnésio ajudam na produção de serotonina.

Por isso, inclua na sua alimentação leite e seus derivados, chocolate amargo, peixes como o salmão e o atum, carnes magras, semente de abóbora, castanhas, quinoa, banana e outros alimentos ricos nesses nutrientes.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.