Notícias do setor farmacêutico

Conheça a startup garante máscaras contra Covid-19 antiacne

130

Com a retomada gradual das atividades rotineiras, o mercado de máscaras viu a demanda aumentar devido à obrigatoriedade do uso das mesmas. Acontece que o contato do pano comum com o rosto levou a um aumento de incidência de acne na população. É por isso que a Insider tomou todos os cuidados e anuncia que a marca conta com produtos que não induzem o processo de irritação ou sensibilização cutânea. Ou seja, as máscaras da startup, que já eram reconhecidas por serem antivirais, são também antiacne.

Veja também: Conheça a ‘clean beauty’, tendência que prioriza os cosméticos naturais

A comprovação foi feita através da Allergisa, pioneira no Brasil em testes de segurança e eficácia de produtos cosméticos, que concedeu o certificado de “dermatologicamente testado” aos acessórios da Insider. “O laudo comprova que as nossas máscaras não aumentam a umidade e oleosidade na região de cobertura”, afirma Carolina Matsuse, sócia-fundadora da startup, que pode falar com propriedade do tema. “Eu mesma uso diariamente as máscaras, por mais de cinco, seis horas, e não tive qualquer alteração na pele”.

Siga nosso Instagram

Isso se deve à aplicação de nanopartículas de prata no tecido, que impedem o acúmulo de sujeira e combatem a bactéria Cutibacterium acnes, causadores de espinhas. Testes da Controlbio Assessoria Técnica Microbiológica comprovaram a redução de mais de 99,9% dessas bactérias em contato com o tecido com aditivo antimicrobiano usado para produzir as máscaras da Insider.

De acordo com especialistas, as acnes em adultos se localizam principalmente na região do pescoço e mandíbula, exatamente as mesmas que ficam em contato com as máscaras. Por isso a acne mecânica, mais conhecida por “Maskne”, acontece. Isso significa que a acne não derivou de questões hormonais e sim externas, vindas do atrito com tecido.

“A função antiacne é apenas mais um dos atrativos das nossas máscaras. Além disso, elas são antivirais, não precisam ser trocadas a cada quatro horas, e têm elástico para prender na cabeça, e não na orelha, o que costuma causar desconforto. Se temos que usar diariamente esse acessório agora, é compromisso da Insider que ele seja o mais funcional possível. Isso sempre esteve no nosso DNA”, conclui Carolina.

Fonte: O Povo Online

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.