Notícias do setor farmacêutico

Conheça os melhores medicamentos para disfunção erétil

240

A disfunção erétil continua a ser um tabu para alguns homens, algo injustificado pela frequência do problema e pela diversidade de tratamentos

A disfunção erétil continua a ser um tabu para alguns homens, algo injustificado pela frequência do problema e pela diversidade de tratamentos disponíveis.

Veja também: Portal Consulta Remédios revela os medicamentos mais buscados …

Nesse texto, você conhecerá os melhores medicamentos para disfunção erétil e também algumas outras ações que podem te ajudar a resolver esse problema. Mas lembre-se, sempre busque a orientação de um profissional da saúde.

Siga nosso Instagram

Cialis

À base de tadalafila, o Cialis é considerado uma das melhores opções de medicamentos para disfunção erétil. O fármaco age inibindo a fosfodiesterase tipo 5, enzima responsável pelo relaxamento da musculatura peniana. O remédio é de consumo diário.

O Cialis pode ser encontrado em duas apresentações – comprimido e spray sublingual. Indicado apenas para disfunção erétil, ele não trata a raiz do problema, apenas auxilia na ereção.

Deve ser evitado por alérgicos ao princípio ativo e por pacientes que utilizem remédio à base de nitrato. O Cialis pode também causar desconfortos gástricos, dores musculares e nas costas, rubor na face, congestão nasal e tontura.

Levitra

Com a função de estimular o fluxo de sangue na região peniana, o Levitra tem como princípio ativo o vardenafil. Esse medicamento só deve ser consumido com indicação de um profissional da saúde, pois pode provocar disfunção erétil caso o paciente não sofra do problema.

Com compra mediante retenção de receita, o medicamento age durante quatro horas, ou seja, haverá maior facilidade de ereção nesse período. O medicamento é contraindicado para alérgicos e pode causar interação medicamentosa com nitratos, óxido nítrico e outros compostos.

Seus efeitos colaterais são semelhantes ao do Cialis, mas são mais raros. Dentre eles, também estão inclusos cãibras e vasodilatação.

Viagra

Famoso, o citrato de sildenafila é o primeiro medicamento que vem à mente quando se fala de disfunção erétil. Mas antes do consumo do medicamento, é necessário realizar uma bateria de exames sobre o coração e pulmões.

Alérgicos e pacientes que consumam medicamentos doadores de óxidos nítricos, nitratos ou nitritos orgânicos não devem tomar o Viagra. Os efeitos colaterais, fora os já citados, são ondas de calor e distúrbios visuais.

Helleva

O carbonato de lodenafila possibilita a ereção e também ajuda a mantê-la. O medicamento é perigoso devido a interações medicamentosas, principalmente entre pacientes em tratamento para angina ou infarto. Sempre fale com um profissional da saúde antes de ingeri-lo.

Pacientes de retinite pigmentosa e alérgicos também não devem consumir o medicamento. Dores de cabeça, renite, rubor facial e tonturas podem ser causados pelo Helleva.

Como combater a disfunção erétil sem medicamentos?

A grande maioria dos tratamentos citados resolve o sintoma, mas não a essência do problema. A partir do momento que você tem uma noção do que está causando, pode tentar uma nova abordagem.

Caso a disfunção erétil seja causada por bloqueios emocionais, a terapia é uma possível solução

A revascularização é um tratamento delicado, indicada para pacientes que possuam problemas de circulação sanguínea na região. Deve ser realizada com muito cuidado para evitar possíveis obstruções.

Mudar algumas coisas no seu dia a dia pode ajudar também. Ser mais ativo, ter uma alimentação mais balanceada, evitar o cigarro e o estresse, além de se manter bem hidratado, podem ser determinantes para uma vida sexual mais saudável e prazerosa.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.