Notícias do setor farmacêutico

Líder em hidroxicloroquina, Apsen recebeu R$ 20 mi do BNDES

704

Principal fabricante de hidroxicloroquina na indústria farmacêutica brasileira, a Apsen pleiteou financiamento de R$ 153 milhões ao BNDES por meio de dois contratos de empréstimo em 2020, para investir em atividades de pesquisa e ampliar sua capacidade produtiva. Segundo a Folha de S.Paulo, o valor é sete vezes maior do que o crédito total liberado para a companhia nos 16 anos anteriores.

O primeiro acordo, assinado em fevereiro de 2020, prevê financiamento de até R$ 94,8 milhões para o ‘plano de investimentos em inovação no triênio 2019-2021. Desse montante, o banco desembolsou R$ 20 milhões em março do ano passado. Segundo o BNDES, os recursos desse contrato não podem ser usados na fabricação de medicamentos já produzidos, como a hidroxicloroquina.

Já o segundo financiamento, de R$ 58,9 milhões, foi assinado em junho para ‘ampliar a capacidade produtiva e de embalagem no complexo industrial da Apsen, em São Paulo’. Os recursos aprovados neste acordo ainda não foram liberados pelo BNDES.

O presidente da Apsen, Renato Spallicci, é antigo apoiador do presidente Jair Bolsonaro, que tem sido um defensor contumaz da hidroxicloroquina no tratamento contra a Covid-19. A farmacêutica respondeu por 78% das vendas do medicamento no ano passado, o que foi determinante para o faturamento recorde de cerca de R$ 1 bilhão.

Posicionamento da farmacêutica

A empresa afirmou que não usou o financiamento público na fabricação do remédio, mas que pediu os empréstimos para investir em projetos de ‘expansão da empresa e linhas de produtos’. A Apsen disse que os investimentos já estavam previstos antes da pandemia, informação confirmada pelo BNDES.

A farmacêutica também reiterou que recomenda a utilização do medicamento apenas nas indicações previstas em bula.  Além disso, declarou ser uma empresa apartidária, que e não apoia ou financia nenhum partido ou figura política. “Seus executivos não têm vínculos pessoais ou profissionais com o atual presidente da República. E todas as interações da companhia em âmbito governamental se dão por meios legais e dentro das normas estabelecidas pelo setor, sempre atuando com lisura e em conformidade com a legislação do país”, afirmou a companhia em nota oficial.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.