Notícias do setor farmacêutico

Seis entre 10 idosos evitam remédios por falta de dinheiro

360

Indicadores para estimular reflexões no varejo farmacêutico nacional. A falta de dinheiro já fez com que 59% dos consumidores idosos deixassem de comprar medicamentos no Brasil. As conclusões são de um estudo do Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa (IFEPEC), vinculado à Febrafar.

O levantamento ouviu 2.200 consumidores de mais de 50 anos em todo o país e 300 cuidadores de idosos, por meio de entrevistas online ou por telefone. Para 91% dos entrevistados, o preço é o principal fator para a definição de compra em uma farmácia. O percentual é muito superior aos 64% que apontam a localização como obstáculo.

A pesquisa ainda indicou que 67% desse público costuma pagar os medicamentos que compram. Já 29% retiram no SUS, posto de saúde ou Farmácia Popular e só para 4% os medicamentos são pagos por parentes.

Ainda como impacto dos preços, se observa que medicamentos genéricos, por serem geralmente mais baratos, foram os produtos mais adquirido pelos consumidores, com 66%, seguido por medicamentos de marcas (42%) e não medicamentos (27%).

Também se observa uma relutância desse público em utilizar serviços farmacêuticos, sendo que apenas 17% dos entrevistados afirmaram ter utilizado algum serviço do tipo nos últimos 90 dias.

Além disso, mesmo com a necessidade de isolamento social, 91% desses consumidores afirmaram que realizam compras de forma presencial. Já compras por WhatsApp ou apps são utilizadas por 16% dos participantes, enquanto 4% usam telefones e apenas 4% recorrem a sites.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.