Notícias do setor farmacêutico

Câmara de Goiânia discutirá sobre veto de medicamentos à base de cannabis terapêutica

99

A Câmara Municipal de Goiânia pode derrubar, nesta quarta-feira (07/04), o veto do ex-prefeito Iris Rezende (MDB), à regulamentação e distribuição de medicamentos à base de cannabis terapêutica e manter a aprovação do projeto do vereador Lucas Kitão (PSL).

Lucas acredita que os vereadores devem manter o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), pela rejeição ao veto. A comissão aprovou, por 4 votos a 2, o parecer da ex-vereadora Dra. Cristina (PL), que rejeitou o veto do prefeito.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

O projeto do parlamentar prevê a distribuição de medicamentos prescritos à base de Canabidiol (CBD) ou Tetrahidrocanabinol (THC) por parte das unidades da rede pública e privada de saúde, desde que autorizado por ordem judicial ou pela Anvisa. O texto foi aprovado em 2020 e encaminhado ao Paço Municipal.

De acordo com Lucas Kitão, a volta do projeto à Câmara é importante para dar uma alternativa aos goianienses que buscam medicamentos para tratar diversas enfermidades e para dar uma melhor qualidade de vida a quem tem algum tipo de transtorno mental pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com distribuição gratuita.

‘Depois de anos de discussão, de audiências públicas e colaboração com entidades sérias do Brasil inteiro, conseguimos aprovar esse projeto por unanimidade em Goiânia e precisamos manter essa mobilização’, comentou o vereador que defende o tratamento com cannabis terapêutica.

O projeto já está na pauta do dia e deve ir ao plenário, quando os parlamentares analisarão o relatório da vereadora Dra. Cristina, que é pela rejeição do veto da prefeitura de Goiânia. Caso seja aprovado, o texto será promulgado pelo presidente da Câmara.

Fonte: Jornal O Hoje

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.