Notícias do setor farmacêutico

Interfarma divulga guia com ranking das maiores indústrias farmacêuticas

304

Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) divulgou recentemente um guia com dados atualizados sobre o mercado farmacêutico e de saúde, incluindo informações sobre a performance das indústrias farmacêuticas durante o ano de 2020.

Durante o ano passado, as vendas de todos os laboratórios instalados no Brasil ultrapassaram a marca de R$ 102,8 milhões, o equivalente a um aumento de 11,4% em relação a 2019. De todas as companhias, 20 delas apresentaram um crescimento bastante expressivo nos últimos anos.

Segundo dados da IQVIA, com resultados até o MAT Dezembro 2019, os cinco primeiros lugares ficaram com o Aché, que alcançou um faturamento de R$ 4.239.092; seguido por EMS, com R$ 3.671.749; Eurofarma, com R$ 3.344.789; Sanofi, com R$ 3.047.903; e Takeda, com R$ 1.847.022.

O 6º ao 10º lugar foram ocupados por Neo Química, com faturamento de R$ 1.810.375; Novartis, com R$ 1.718.460; Mantecorp Farmasa, com R$ 1.629.847; Medley, com R$ 1.627.963; e Libbs, com R$ 1.574.520.

Na sequência, aparecem Biolab Sanusfarma, com faturamento de R$ 1.562.299; Cimed, com R$ 1.463.570; Bayer, com R$ 1.361.146; Boehringer Ingelheim, com R$ 1.281.547; e Pfizer, com R$ 1.246.266. Por fim, estão GSK, com faturamento de R$ 1.185.716; AstraZeneca, com R$ 1.120.307; Novo Nordisk, com R$ 1.085.138; FQM, com R$ 1.077.890; e Hypera, com R$ 1.076.571.

Fonte: Portal Revista da Farmácia

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/04/07/desmonte-compromete-acesso-de-mais-de-30-milhoes-ao-farmacia-popular/

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.