Notícias do setor farmacêutico

Seis em cada dez leitores defendem lockdown nacional

668

Seis em cada dez leitores defendem lockdown nacionalSeis em cada dez leitores do Panorama Farmacêutico apontam o lockdown nacional como estratégia urgente para combater a pandemia da Covid-19 no Brasil. É o que indicou a mais recente enquete concluída pelo portal, que contou com a participação recorde de 3.948 profissionais.

Exatamente 60% dos leitores (2.367) defendem essa alternativa, contra apenas 16% (617) que consideram o lockdown desnecessário. Outros 24% (964) acreditam que ele seria danoso para a atividade econômica. As opiniões caminham totalmente na contramão do discurso do governo federal.

Na manhã de 7 de abril (quarta-feira), em visita à cidade de Chapecó (SC) o presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar que não promoverá o fechamento de cidades para diminuir a transmissão do coronavírus. Ele repetiu a afirmação na noite do mesmo dia, num jantar em São Paulo com 20 empresários e executivos.

Já o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não vê sentido no lockdown nacional, alegando que a própria população não adere a essas práticas. Por essa razão, argumenta que as ações de combate à Covid-19 devem ser tomadas conforme a situação local.

O governo, porém, poderia observar com mais atenção dois exemplos opostos no interior de São Paulo, separados por cerca de 100 quilômetros. De um lado, a prefeitura de Araraquara decretou um rigoroso lockdown em fevereiro (foto) para conter o rápido aumento na ocupação de leitos de UTI. O município suspendeu todos os serviços sem relação direta com a área de saúde, incluindo transporte público e supermercados – estes foram autorizados a funcionar somente pelo sistema de delivery. Resultado: queda na média de casos diários e dois dias consecutivos sem mortes na última semana, enquanto o Brasil batia recordes.

Já em Bauru, a prefeita Suéllen Rosim chegou a publicar o vídeo de uma carreata que, segundo ela, reinvindicava a abertura responsável do comércio local. Em outra publicação, cantando em uma igreja, ela afirma que tudo deveria ser considerado essencial em quase um ano de pandemia. Nas últimas duas semanas, o município teve uma média de 26 mortes a cada 100 mil habitantes, contra 12 de Araraquara.

Nova enquete

A mais nova enquete no ar avalia qual será a maior prioridade da sua empresa nos próximos 12 meses. O planejamento passa pela ampliação de mercados e do mix de produtos ou o foco está na fidelização dos clientes? Ou então, em tempos de pandemia, a meta é otimizar e enxugar custos? Participe e colabore para o debate.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/04/08/varejo-farmaceutico-tem-aprovacao-de-73-dos-consumidores/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação