Notícias do setor farmacêutico

Ciclofosfamida

107

Para que serve

Ciclofosfamida – artrite reumatoide; câncer de pescoço; câncer de bexiga; câncer de endométrio; câncer de mama; câncer de ovário; câncer de próstata; câncer de pulmão; câncer de testículo; dermatomiosite; esclerose múltipla; granulomatose de Wegener; leucemia linfocítica aguda; leucemia linfocítica crônica; leucemia mielocítica aguda; leucemia mielocítica crônica; leucemia monocítica aguda; linfoma de Hodgkin; linfoma não Hodgkin; lúpus eritematoso; micose fungoide; mieloma múltiplo; neuroblastoma; osteossarcoma; rejeição de órgão trans- plantado (prevenção); retinoblastoma; sarcoma de Ewing; sarcoma de tecidos moles; síndrome nefrótica; tumor de células germinativas do ovário; tumor de Wilms.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Como age

alquila ou liga-se a estruturas intracelulares. Altera o DNA e RNA e inibe síntese de proteínas.

Como se usa

Uso oral – Doses

  • doses em termos de Ciclofosfamida anidra.
  • com o estômago vazio mas, se não for possível, pode ser tomado durante refeição.
  • não tomar o produto ao deitar.
  • doses superiores a 400 mg por dia são melhor toleradas quando divididas em diversas tomadas.

Adultos

1 a 5 mg por kg de peso corporal por dia.

Crianças

indução: 2 a 8 mg por kg de peso corporal, em doses divididas, durante 6 dias.

manutenção: 2 a 5 mg por kg de peso corporal, 2 vezes por semana.

Paciente com diminuição da função renal: recomenda-se cautela, mas fabricante não estipula o grau de diminuição da dose.

Uso injetável – Preparação

Ciclofosfamida (pó) 1 g – Via intravenosa direta

Reconstituição

Diluente: Água Estéril para Injeção ou Água Bacteriostática.

Volume: 50 mL. Agitar bem o produto para dissolver.

Estabilidade após reconstituição com Água Estéril para Injeção ou Água Bacteriostática

temperatura ambiente (15 – 30°C): 24 horas.

refrigeração (2-8°C): 6 dias.

Ciclofosfamida (pó) 1 g – Infusão intravenosa

Reconstituição

Diluente: Água Estéril para Injeção ou Água Bacteriostática.

Volume: 50 mL. Agitar bem o produto para dissolver.

Estabilidade após reconstituição com Água Estéril para Injeção ou Água Bacteriostática

temperatura ambiente (15 – 30°C): 24 horas.

refrigeração (2-8°C): 6 dias.

Diluição

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%.

Volume: 100 mL.

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%

temperatura ambiente (15 – 30°C): 24 horas.

refrigeração (2-8°C): 6 dias.

Tempo de infusão: mínimo de 15 minutos.

Uso injetável – Doses

  • doses em termos de Ciclofosfamida anidra.

Adultos

iniciar com 40 a 50 mg por kg de peso corporal, em doses divididas num período de 2 a 5 dias, ou 10 a 15 mg por kg de peso corporal cada 7 ou 10 dias.

Crianças

indução: 2 a 8 mg por kg de peso corporal por dia, em doses divididas, durante 6 ou mais dias.

manutenção: 10 a 15 mg por kg de peso corporal, cada 7 ou 10 dias.

Paciente com diminuição da função renal: recomenda-se cautela mas fabricante não estipula o grau de diminuição da dose.

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe D

Amamentação

eliminado no leite; pelo potencial tóxico, não amamentar.

Não usar o produto

depressão grave da medula óssea.

Avaliar riscos x Benefícios

paciente que utiliza medicamento mielossupressor (maior risco de infecções ou possíveis complicações hemorrágicas); infecção (diminuição ou descontinuação do medicamento); toxicidade nas gônadas (diminuição da fertilidade).

Reações mais comuns (sem incidência definida):

Gastrintestinal: náusea, vômito.

Geniturinária: inflamação da bexiga.

Dermatológico: perda de cabelos reversível.

Atenção ao utilizar outros produtos.

A ciclofosfamida

  • pode aumentar as taxas de ácido úrico, podendo ser necessário ajustar as doses de: probenecida; sulfimpirazona.
  • pode ter aumentada suas ações depressoras de medula óssea com: outro depressor de medula óssea; radioterapia.
  • pode aumentar o risco dos efeitos tóxicos de: cocaína.
  • pode aumentar o risco de cardiomiopatia de: citarabina (pode ocorrer morte).
  • pode aumentar o risco de infecção e desenvolvimento de neoplasias com: azatioprina; clorambucil; corticosteroide (glicocorticoide); ciclosporina; mercaptopurina; muromonab-CD3.
  • pode aumentar o risco de reações adversas com: vacina de vírus vivos.

Outras considerações importantes

  • adotar medidas eficientes contra a gravidez durante o tratamento e até 4 meses após.
  • avisar imediatamente o médico se os vômitos ocorrerem logo após a tomada da dose oral da medicação, bem como se o paciente apresentar sangramentos inesperados, hematomas, febre, calafrios ou sinais de infecção (manter o paciente afastado de pessoas com infecções).
  • a queda de cabelos provocada pelo produto é reversível.
  • tomar grande quantidade de líquidos (3 litros por dia).
  • reduzir a dose se o paciente estiver recebendo corticosteroides simultaneamente e desenvolver uma infecção viral ou bacteriana.

REMÉDIOS COM CICLOFOSFAMIDA EM SUA COMPOSIÇÃO

• Ciclocris
• Cycram
• Genuxal

Fonte:

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/03/16/farmacias-sao-joao-alcancam-a-marca-de-800-lojas/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação