Notícias do setor farmacêutico

“Ballet” de drones ilumina céu de São Paulo para conscientizar sobre a Hipertensão Arterial Pulmonar   

209

No próximo 5 de maio, Dia Mundial da Hipertensão Pulmonar, às 19h30, o céu de São Paulo será invadido por uma esquadrilha de 20 drones coloridos que formarão, em um “ballet” orquestrado, figuras alusivas à doença. Tudo embalado por uma trilha sonora com alcance de até 30 metros do local onde os drones alçarão voo, o Parque Estaiada. 

 

A ativação faz parte da campanha A Vida Merece um Fôlego, lançada em novembro de 2020 pela Janssen, farmacêutica da Johnson & Johnson, em parceria com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Casa Hunter e Associação Brasileira de Apoio à Família com Hipertensão Pulmonar e doenças correlatas (ABRAF). A iniciativa visa disseminar informações sobre a Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP) informar e engajar sobre a doença que é rara, grave e progressiva e atinge principalmente indivíduos jovens, predominantemente mulheres a partir dos 30 anos e homens com mais de 40. 

 

Os moradores e visitantes das imediações poderão acompanhar a dança de drones de suas janelas, ou se juntar aos demais brasileiros para assistir a transmissão ao vivo pelo Instagram da Janssen. Entre as imagens que poderão ser vistas no céu estão a sigla da doença, o pulmão e a borboleta, símbolo da campanha, que representa um novo fôlego, um novo começo que os pacientes ganham com o diagnóstico precoce e ao encontrarem e aderirem aos tratamentos adequados.  

 

“Por ter sintomas similares a outras doenças pulmonares, os pacientes podem levar mais de dois anos entre os primeiros sintomas e o início do tratamento, o que impacta substancialmente atividades rotineiras, como trabalhar, estudar e viajar. Em casos avançados da doença, os pacientes podem ficar incapacitados de realizar tarefas simples, como subir escadas e até pentear o cabelo”, explica o Dr. Caio Fernandes, pneumologista da Universidade de São Paulo (USP). Entre os sintomas principais estão falta de ar, mal-estar, fadiga, intolerância a exercícios, vertigem e dor no peito. 

 

Sobre a HAP 

É uma doença rara, grave e progressiva que acomete os pequenos vasos sanguíneos da circulação pulmonar. Faz com que as artérias pulmonares (que realizam a comunicação entre coração e pulmões) estreitem, causando o aumento da pressão arterial nos pulmões e a dilatação do coração, podendo resultar em falha cardíaca e morte. Os primeiros sintomas da HAP são leves e comuns a outras condições respiratórias mais frequentes ou conhecidas que limitam a capacidade de respirar, como a asma, por exemplo. Isso dificulta e frequentemente atrasa o diagnóstico. Desde o primeiro sintoma, o paciente pode demorar até 2 anos para receber o diagnóstico correto. Para chegar ao diagnóstico, além da história clínica (sinais e sintomas que o paciente menciona), é necessário realizar testes para avaliar o coração, como ecocardiograma, e o pulmão. Finalmente, o cateterismo cardíaco direito é necessário e fundamental para fechar o diagnóstico. Embora seja mais comum em adultos jovens e em mulheres, a HAP atinge pessoas de todas as idades. 

 

Apesar de não ter cura, a HAP possui tratamentos que podem melhorar os sintomas e a qualidade de vida do paciente, além de conter o avanço da doença. As terapias tradicionais mais usadas são a oxigenoterapia (oxigênio extra para auxiliar na respiração), e medicamentos anticoagulantes, diuréticos e/ou vasodilatadores. 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/04/26/fast-track-da-anvisa-acelera-registro-de-medicamentos-de-especialidades/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação