fbpx
O maior canal de informação do setor

Anvisa aprova nova indicação de ustequinumabe

1.398

Anvisa aprova nova indicação de ustequinumabe

A Janssen, companhia farmacêutica da Johnson & Johnson, anuncia que a Anvisa aprovou, em fast track — registro acelerado de medicamentos, STELARA® (ustequinumabe) para o tratamento da psoríase em placas moderada à grave em pacientes pediátricos de 6 a 17 anos. O Brasil foi o primeiro país a registrar a aprovação de ustequinumabe para a faixa etária de 6 a 11 anos — população carente de opções de tratamento seguras e eficazes. Entre os mais de 3 milhões de brasileiros convivendo com a psoríase, aproximadamente um terço começa a apresentar manifestações da doença antes da idade adulta.

“Em crianças e adolescentes, a doença pode ter um impacto profundamente negativo afetando a imagem pessoal, a autoestima e, consequentemente, as relações familiares e sociais, tão importantes nessa época da vida”, destaca o Dr. Ricardo Romiti, diretor da Unidade de Psoríase do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas e professor da Universidade de São Paulo. “Ustequinumabe age bloqueando de forma específica a reação inflamatória, tendo como alvo as citocinas, moléculas que promovem a reação inflamatória causadora das descamações e placas na pele. A terapia representa uma inovação no manejo da psoríase nessa faixa etária e uma alternativa aos corticoesteróides, comumente utilizados para tratar a doença, e que costumam causar uma série de complicações e reações adversas”.

O ustequinumabe é o primeiro tratamento biológico aprovado para essa população de pacientes que bloqueia seletivamente as interleucinas (IL)-23/IL-12, importante alvo terapêutico no combate à psoríase. A psoríase é uma doença inflamatória imunomediada da pele, que resulta em áreas de vermelhidão cobertas por escamas prateadas, conhecidas como placas. Em um terço dos casos, os sintomas começam a se manifestar na infância, o que pode causar impactos profundos e de longo prazo na saúde psicológica de todos os afetados, principalmente as crianças. A psoríase pediátrica está associada a uma alta incidência de ansiedade e baixa autoestima.

“Essa aprovação é um marco importante para crianças e adolescentes que lutam diariamente para lidar com os sinais e os sintomas da psoríase, e para as famílias que tanto buscavam uma opção de tratamento segura e efetiva para seus filhos”, afirma Lloyd Miller, Vice-Presidente e Líder da área de doenças imunodermatológicas da Janssen Research & Development, LLC. “Estamos orgulhosos em oferecer essa terapia, que tem um perfil de eficácia e segurança muito bem estabelecido no tratamento da psoríase em placas e de outras doenças autoimunes, para as crianças e adolescentes brasileiros que convivem com essa doença crônica”.

A aprovação da Anvisa se baseou em dois estudos multicêntricos de fase III, CADMUS (12-17 anos) e CADMUS Jr. (6-11 anos), que avaliaram a eficácia e segurança do medicamento. Uma melhora de 90% das lesões na pele causadas pela psoríase (resposta PASI 90) foi demostrada em 64% dos pacientes de até 11 anos e em 61% dos pacientes de 12 a 17 anos tratados com ustequinumabe por 12 semanas — as respostas aumentaram para 71% e 66%, respectivamente, depois de 52 semanas de tratamento. Aqueles que usaram ustequinumabe tiveram uma melhora significativa do seu quadro clínico e da qualidade de vida.

Os dados de segurança do CADMUS e do CADMUS Jr. foram consistentes com os perfis de segurança conhecidos, descritos nas respectivas bulas atuais, sendo que o ustequinumabe foi geralmente bem tolerado por pacientes pediátricos com psoríase em placas. Em geral, os eventos adversos e outros dados de segurança reportados por até um ano em ambos os estudos foram similares aqueles em adultos com psoríase em placa.

A aprovação do tratamento da psoríase pediátrica moderada à grave em pacientes de 6 a 17 anos ocorreu em 6 de janeiro de 2020. A Janssen também recebeu parecer positivo do Comitê de Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) em 12 de dezembro de 2019 recomendando a autorização da comercialização de ustequinumabe na União Europeia para o tratamento da psoríase em placas moderada à grave em pacientes pediátricos de 6 a 11 anos. Nos Estados Unidos, a Janssen anunciou que fez a mesma submissão no US Food and Drug Administration (FDA) em outubro de 2019, e a revisão do órgão regulador está em processo.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: Venclexta™ é aprovado pela Anvisa para novo tratamento

Siga nosso Instagram

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação