O maior canal de informação do setor

Apesar da diarreia ser um sintoma incomum, muitos pacientes que apresentam Covid-19 apresentam o sintoma no início da doença

Especialistas afirmam que apesar de o sintoma não ter sido confirmado cientificamente, alguns pacientes relataram terem tido diarreia.

2.961

Diarreia – Quando uma nova doença surge, leva-se um tempo para que sejam mapeados corretamente os sintomas relacionados a ela. A investigação do seu funcionamento começa a entrar em pesquisa e junto ao estudo sobre esse funcionamento, os sintomas vão aos poucos ganhando mais evidência científica de que realmente tem uma relação ou não com a doença. É o que está ocorrendo com o Coronavírus no momento. O vírus que foi identificado no final de 2019, ainda deixa muitas perguntas sobre o seu funcionamento no organismo humano e diversos sintomas já foram apontados como uma suspeita de estar relacionado à Covid-19.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Alguns sintomas já tiveram a confirmação de que de fato são causados pelo Coronavírus, como febre e falta de ar. Outros sintomas ainda estão em análise pelos cientistas, mas são percebidos em alguns quadros clínicos. A diarreia é um desses casos e foi identificada em alguns pacientes como um possível indício de contaminação, principalmente quando acompanhada de outros sintomas já comprovados como febre e falta de ar. Um estudo sobre a relação do sintoma e a Covid-19 chegou a ser feito em alguns pacientes em Wuhan, China, e mostrou que 10% dos pacientes contaminados pelo vírus tiveram diarreia antes dos principais sintomas como tosse e dificuldade para respirar. Um artigo chegou a ser publicado e cita o caso do primeiro paciente contaminado nos Estados Unidos que teve diarreia como um sintoma e o vírus chegou a ser encontrado em suas fezes.

Covid

A dúvida mais comum em relação à diarreia no momento é como o paciente pode saber se esse quadro que esteja apresentado pode estar relacionado com o vírus. Se for um caso de diarreia crônica, ou seja, dias seguidos apresentando diarreia constante é preciso buscar  orientação médica, pois independente da causa, é um sintoma que merece atenção. As causas podem ser as mais diversas, desde uma intolerância alimentar, verminose ou decorrente de algum tipo de inflamação do aparelho digestivo.

A investigação médica deve considerar o histórico do paciente e alguns hábitos e essa investigação é primordial para um diagnóstico mais assertivo. Um alerta importante sobre a diarreia é em relação à absorção de alimentos, que se for comprometida pode levar a uma disfunção nutricional e ocasionar outros problemas de saúde para o paciente. Portanto, é preciso ter cuidado para que a diarreia crônica leve o paciente a não absorver corretamente os alimentos. É o que alerta o médico Marcello Bossois que coordena o projeto Brasil Sem Alergia e desde o início da epidemia traz em seu canal no YouTube conteúdo que tira dúvidas recebidas de seus pacientes e orienta a população sobre alguns assuntos de saúde. Ele criou uma lista de produção de vídeos para tirar as dúvidas que recebe de seus pacientes sobre a diarreia.

Outros estudos ainda estão sendo feitos para entender o funcionamento do Coronavírus no organismo das pessoas. Em paralelo ao entendimento do vírus ocorre também a pesquisa para encontrar um tratamento efetivo para os infectados e uma vacina imunizante para a população. Uma dessas pesquisas está sendo feita pela Universidade de Laval no Canadá utilizando uma já existente metodologia chamada Crispr Sherlock. A pesquisa coordenada pelo Dr. Jacques Tremblay conseguiu desenvolver um modelo de testagem para a Covid-19 com alta eficiência e a um custo reduzido, já que usa um material de fácil acesso para a produção do teste. A doença já contaminou mais nove milhões de pessoas em todo o mundo e tem o Brasil como um dos epicentros de disseminação hoje. Enquanto as pesquisas científicas avançam para uma solução efetiva de tratamento e imunização as autoridades de saúde destacam que a prevenção do contágio ainda é a maneira mais eficiente de salvar vidas.

Fonte: Terra

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/07/02/reposicionamento-de-mips-ampliaem-13-receita-de-associativistas/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação