fbpx

Artrite reumatoide: saiba os sintomas e como prevenir a doença

 

Crédito: michellegibson/istock

A artrite reumatoide é uma doença sistêmica crônica e autoimue

Diferente do que o senso comum acredita, a artrite reumatoide não é doença de idosos. Jovens e até mesmo crianças também podem ser acometidos por essa condição caracterizada pela inflamação das articulações.

Por ser uma doença crônica, não tem cura e sim controle. A causa ainda é desconhecida, mas sabe-se que é autoimune – os tecidos são atacados pelo próprio sistema imunológico do corpo. A causa é desconhecida e acomete as mulheres duas vezes mais do que os homens.

Alguns fatores são considerados de risco para o surgimento da artrite, tais como: histórico familiar e obesidade.

Sintomas da artrite

Os sintomas mais comuns são dor, edema, calor e vermelhidão em qualquer articulação do corpo sobretudo nas mãos e nos punhos.

De acordo com a reumatologista Karine Luz, da Clínica Ultrarticular, de São Paulo, é preciso estar atento aos sintomas porque ao tratar os sintomas logo no início, há mais chance de controle. “Importante lembrar que a dor, com a progressão da doença, ocorre nos dois membros simultaneamente: nas duas mãos, nos dois joelhos, por exemplo”, diz Karine. “Outra característica é que os sintomas podem desaparecer por um tempo e depois voltar”.

Depois de algum tempo, os sintomas podem incluir fadiga, perda de energia, falta de apetite, dores, rigidez muscular e articular, que são mais comuns na parte da manhã.

Diagnóstico

Ao sentir esses sintomas, o indicado é procurar um reumatologista, o profissional mais indicado para tratar o problema através de exames clínicos, laboratoriais e de imagens.

Na avaliação laboratorial o fator reumatoide pode ser encontrado em cerca de 75% dos casos já no início da doença.

Prevenção

Cuidar da alimentação, praticar exercícios físicos e não fumar são algumas das maneiras de prevenir o problema – especialmente quem tem pessoas na família com histórico da doença.

Tratamento

 

Crédito: ChesiireCat/istock

Tratamento para artrite reumatoide pode combinar medicamentos e fisioterapia

O tratamento medicamentoso vai variar de acordo com o estágio da doença, sua atividade e gravidade. Dependendo do grau da doença, o médico pode prescrever corticoides. Atualmente, indicam-se também drogas modificadoras do curso da doenc?a e a terapia imunobiológica que tem a função de diminuir a dor e evitar o progresso da inflamação e das deformidades nas articulações. “A fisioterapia e a terapia ocupacional tambe?m fazem parte do arsenal terape?utico e contribuem para que o paciente possa continuar a exercer as atividades diárias”, afirma a reumatologista.

Luva simula sintomas da artrite reumatoideEnvolta por uma série de mitos, como a crença equivocada de que se trata de uma doença que acomete apenas idosos, a artrite reumatoide é pouco conhecida entre os brasileiros. Com isso, os pacientes enfrentam preconceito, incompreensão e uma verdadeira peregrinação por vários médicos até obter o diagnóstico correto.

Fonte: Catraca Livre

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra