fbpx
O maior canal de informação do setor

Bayer destina R$ 30 bilhões a medicamentos inovadores

4.022

Bayer investe R$ 30 bilhões em sua jornada de inovação com medicamentos

Muito se fala de inovação e, em especial, de inovação dentro da indústria farmacêutica. Mas até que um novo tratamento chegue aos pacientes, quanto de fato precisa ser investido? A jornada da Bayer à procura de terapias e medicamentos inovadores, por exemplo, exige investimentos de € 4,9 bilhões ao ano (cerca de R$ 30 bilhões) em pesquisa & desenvolvimento. O montante considera todas as divisões da farmacêutica e representa em torno de 16% de seu faturamento global.

O grupo Bayer tem uma rede global de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), com aproximadamente 16 mil colaboradores em diversas localidades. Na divisão farmacêutica, mais de 7.500 cientistas conduzem pesquisas em diversos locais do mundo, principalmente nos Estados Unidos, Alemanha, nos gigantes asiáticos China e Japão, além de Finlândia e Noruega.

Apenas um em cada 10 mil ingredientes ativos criados por pesquisadores em laboratório é transformado em um possível medicamento. Nesse árduo processo, que começa no laboratório, passa pelos testes clínicos para, finalmente, ser aprovado pelas autoridades reguladoras e disponibilizado para os pacientes, o desenvolvimento do fármaco pode levar mais de dez anos. A cada estágio os custos aumentam e não é raro, ao final, ver investimentos da ordem de € 2 bilhões (cerca de R$ 12 bilhões).

O modelo de inovação da divisão farmacêutica foi realinhado em 2018, com o objetivo de expandir as atividades para incluir novas modalidades, tecnologias e inovação externa. Além disso, visa a entender profundamente os mecanismos das doenças nos campos em que há grande necessidade de intervenção médica.

Líder em cardiologia

Líder em anticoagulantes no Brasil, a Bayer tem a pesquisa como um pilar importante em cardiologia, por exemplo, focando no desenvolvimento de tratamentos de alto impacto para a vida dos pacientes. Atualmente, a principal molécula da farmacêutica, a rivaroxabana, é indicada no Brasil para tratar sete doenças correlatas ao coração, impactando a vida de mais de 39 milhões de pacientes.

Ela também se consolidou, em 2020, como o maior produto do mercado de varejo do país, segundo levantamento da consultoria IQVIA. O tratamento anticoagulante é prescrito para prevenção de formação de coágulos de sangue, trombose nas veias profundas, embolia pulmonar recorrente, prevenção de derrame (AVC) e de formação de coágulo em outros vasos sanguíneos (embolia sistêmica) em pacientes adultos com arritmia do coração (fibrilação atrial não-valvular). Em 2020, foi aprovada uma nova indicação para doença arterial coronariana (DAC) ou doença arterial periférica sintomática.

Apesar do sucesso já estabelecido, a rivaroxabana ainda é um dos medicamentos mais estudados no mundo, com a proposta de ampliar a oferta de tratamento para o maior número de pacientes, de acordo com a sua doença correlata ao coração. Mesmo após o lançamento da molécula, os esforços de inovação não terminam – é uma jornada fundamental para levar cada vez mais saúde aos pacientes.

PP-XAR-BR-1224-1

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação