O maior canal de informação do setor

BH repassa terceira parcela de R$ 6 milhões para estudos de vacina da UFMG

101

UFMG – A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) informou nesta quarta-feira (1º) que repassou a terceira parcela de R$ 6 milhões para a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para ‘viabilizar os estudos’ da vacina desenvolvida pela instituição, a SpiN-TEC.

Em junho, a prefeitura da capital assinou um termo de patrocínio que estabelece o repasse de R$ 30 milhões para os estudos de fase clínica 1 e 2 do imunizante. De acordo com a PBH, os recursos são oriundos do Tesouro municipal, dentro da dotação orçamentária da Secretaria Municipal de Saúde.

Na fase clínica 1 e 2 da SpiN-TEC, os pesquisadores da UFMG farão a testagem do imunizante, ainda neste ano, em adultos saudáveis, sem exposição prévia à Covid-19.

Essa testagem é requisito para a realização da terceira fase dos estudos e a consequente aprovação da vacina junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a UFMG, caso os testes confirmem a segurança e a eficácia da vacina, o imunizante deverá chegar ao mercado ainda em 2022.

A pesquisa da UFMG tem as seguintes fases:

Produção e formulação das vacinas;

Contratação da empresa para supervisão dos processos do estudo;

Testes de segurança pré-clínicos;

Aprovação na Anvisa;

Fonte: O Tempo – Super Notícia

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/novo-imposto-de-renda-pode-aumentar-preco-de-medicamentos-em-30/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação