fbpx

Blau Farmacêutica atinge R$ 322 milhões em receita líquida no 2T20

A Blau Farmacêutica anunciou no dia 5 de agosto (quarta-feira), seus resultados consolidados para o segundo trimestre de 2020. Com Ebitda de R$114 milhões, a companhia atingiu uma receita líquida de R$322 milhões e lucro líquido de R$74 milhões no segundo trimestre de 2020, e respectivamente 20,9%, 6,8% e 18,4% acima do mesmo período do ano anterior.

E para atingir esse resultado, a indústria manteve o foco na execução do seu planejamento estratégico de longo prazo, sem deixar de avaliar os potenciais impactos da crise, e tomou medidas protetivas para garantir as operações da companhia neste ambiente adverso, tais como: aumento da liquidez de forma preventiva com emissão de debêntures e de estoque de matérias-primas e produtos de consumo para evitar efeitos de um potencial Lockdown, além de contratar e treinar mão-de-obra temporária preventiva para fazer frente a eventuais afastamentos em suas linhas de produção.

“Mesmo com o cenário de incerteza, a companhia manteve sua operação muito próxima à normalidade, com aumento de produção. Agimos prontamente para proteger a saúde de nossos colaboradores, nossa solidez financeira e capacidade de produção, implementamos ferramentas de comunicação digital, mudamos a forma de nos relacionarmos com nossos clientes e nos orgulhamos de ter garantido dentro da normalidade o abastecimento de medicamentos essenciais para a saúde humana e tão relevantes no combate desta pandemia”, afirma o CEO Marcelo Hahn.

Ao longo do primeiro semestre, a receita líquida avançou 10,4% sobre o mesmo período do ano passado, reflexo da estratégia de ampliação de capacidade produtiva, maior efetividade das vendas no canal privado e de um mix mais atrativo para a companhia. Já as iniciativas em P&D trouxeram resultados promissores neste semestre. Segundo Hahn, a Companhia obteve dez registros de medicamentos no Brasil para diferentes linhas de produtos como Oncológicos e Especialidades, além de novos registros em suas subsidiárias internacionais, o que amplia o potencial de vendas de nossas subsidiárias.

“Apesar da pandemia não interrompemos nossos planos de aumento de capacidade produtiva; concluímos a aquisição da Pharma Limírio, o que adicionou novas linhas ao nosso parque fabril enquanto adicionamos novos turnos em linhas já existentes. Estas iniciativas permitiram a elevação da oferta de diversos produtos, destacando o segmento Especialidades (especialmente em antibióticos) com maior disponibilidade de produtos destinados ao tratamento da Covid-19”, reforça Hahn.

Fonte: Portal Fator Brasil

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/08/10/cinco-advogados-da-industria-farmaceutica-na-lista-dos-mais-admirados-do-brasil/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra