O maior canal de informação do setor

Caminho aberto para concorrências públicas

1.742

Estima-se que, nos próximos anos, o governo responda por mais de 50% das compras de medicamentos no país. Além disso, as compras diretas tiveram seu limite de valor ampliado de R$ 17,6 mil para R$ 50 mil, com acesso menos burocrático em comparação ao modelo clássico de licitações. Esses dois fatores abrem um campo oportuno para empresas do mercado farmacêutico investirem esforços na participação em concorrências públicas

Contato: Ariosto Mila Peixoto, doutor em direito administrativo e professor da RHS Licitações. [email protected]

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação