fbpx

Cartilha da Fiocruz para um Natal com menos risco

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou uma cartilha com orientações de segurança para as festas de Natal e Ano Novo. O material inclui recomendações sobre como preparar e servir os alimentos, organização do ambiente e medidas gerais de proteção para as festividades em casa. A produção do material teve a colaboração do Observatório Covid-19 da Fiocruz e de outros especialistas da fundação. “A forma mais segura de passar o Natal e o réveillon é ficar em casa e celebrar apenas com as pessoas que moram com você, indica a cartilha.

Mas, para quem ainda assim fizer questão de receber visitas ou celebrar em outro local, os especialistas alertam que existirá exposição à possibilidade de contágio pelo novo coronavírus. Para diminuir os riscos, eles recomendam usar máscara sempre que não estiver comendo ou bebendo, ter um saco para guardar a máscara, mantê-la seca e limpa entre os usos, além de ter uma extra. Também é indicado manter distância de pelo menos dois metros de outras pessoas, preferir locais abertos e evitar o uso do ar-condicionado, não compartilhar objetos como talheres e copos e higienizar as mãos após tocar em objetos de uso comum.

A cartilha alerta que o número de convidados deve ser limitado de acordo com o tamanho do local, para que as pessoas possam manter dois metros de distância entre si. Música alta deve ser evitada para que não seja preciso falar alto ou gritar — quanto maior o volume da voz, mais gotículas são expelidas durante a fala.

De acordo com as recomendações da cartilha da Fiocruz, os convidados não devem se sentar todos juntos na hora da ceia. Os espaços podem ser organizados reunindo as pessoas que moram juntas. Álcool gel deve ser disponibilizado em todos os ambientes.

“Este será um fim de ano muito diferente daquele que todos gostaríamos de ter, mas é preciso encontrar um equilíbrio entre o desejo de estarmos todos juntos e a necessidade de medidas protetivas que a pandemia e, especialmente, o aumento do número de novos casos no país nos colocam. Por isso, é muito importante que as pessoas tenham informações corretas e sigam as recomendações”, alerta a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, na cartilha.

Confira a cartilha aqui

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/12/14/melhor-compra-chega-a-500-lojas-e-investe-em-ti-para-expandir-no-norte-nordeste/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra