fbpx
O maior canal de informação do setor

Chega ao Brasil um novo tratamento para insuficiência cardíaca

Brasileiros que convivem com a síndrome da insuficiência cardíaca têm uma nova opção de medicamento para combater a doença. O Entresto® (sacubitril/valsartana) é uma nova classe de medicamento que demonstrou redução de 20% nas mortes cardiovasculares de pacientes com insuficiência cardíaca e diminuição de 21% nas internações1, e nos próximos dias estará à disposição dos pacientes em todo o País. Inibidor de neprilisina e bloqueador do receptor de angiotensina (INRA), o Entresto vem ao Brasil. A novidade já é endossada por diretrizes internacionais europeias e americanas, e tem recomendação para os pacientes que se mantem sintomáticos apesar das terapias atuais para diminuir o risco de hospitalização por IC e morte cardiovascular.3,4

O estudo PARADIGM-HF, maior pesquisa clínica desenvolvida para insuficiência cardíaca realizada com mais de 8 mil pacientes, comprovou que esse medicamento foi mais eficaz que o que já existe de melhor atualmente, possibilitando que os pacientes acima de 65 anos vivam quase 1,5 anos a mais5. O uso do Entresto® também reduziu em 20% o risco de morte de súbita, uma das principais causas de morte por IC6. O estudo ainda mostrou que o medicamento gerou uma melhora na qualidade de vida dos pacientes7.

A Insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca ocorre quando o coração não se contrai com força suficiente para bombear a quantidade necessária de sangue para o corpo3 e atinge cerca de 3 milhões de pessoas no Brasil1. Dados do governo, DataSUS em 2015, registraram 219 mil internações por insuficiência cardíaca8. O custo global da insuficiência cardíaca para a economia do mundo é de aproximadamente US$ 108 bilhões por ano9. Para o Brasil, o impacto na economia chega a ser de R$ 22 bilhões.1

A insuficiência cardíaca é a segunda causa de hospitalização em pessoas acima de 65 anos10, e a taxa de mortalidade é maior que vários tipos de câncer.11 Uma pesquisa do Departamento de Insuficiência Cardíaca (DEIC) da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) traçou o perfil dos brasileiros com insuficiência cardíaca. Entre os principais fatores de risco no país estão: pressão alta (70%), diabetes (34%), histórico de infarto (27%) e insuficiência renal crônica (24%). Essa doença é mais comum em pessoas com mais de 65 anos e acima do peso. Apesar dos homens apresentarem mundialmente maior prevalência da doença, no Brasil, segundo o DEIC, 60% dos pacientes diagnosticados são mulheres acima dos 60 anos.12

Alguns sintomas da insuficiência cardíaca:

Falta de ar e cansaço para atividades físicas13
Depressão ou ansiedade13
Inchaços nos tornozelos e pés são sinais comuns13
Utilizar mais travesseiros para dormir: para compensar a dificuldade de respirar deitado causada pelo acúmulo de fluído nos pulmões13
Dificuldade para dormir: muitas pessoas com insuficiência cardíaca têm apneia do sono, o que pode interromper a respiração normal13
Tosse incontrolável: tosse ou chiado persistente pode ser causado pela insuficiência cardíaca como resultado de acúmulo de fluídos nos pulmões14

Fonte: Rede Press

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra