fbpx

Com mais de 180 mil mortes, Pazuello questiona ansiedade por vacina

“Pra que essa ansiedade, essa angústia?”, indagou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta quarta-feira (16), durante apresentação do plano nacional de vacinação contra a Covid-19. A declaração foi duramente criticada por parlamentares, que lembraram o número de mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil desde o início da pandemia.

“Pois é, “pra que essa ansiedade, essa angústia”, se só morreram 182 mil pessoas de Covid no Brasil, né ministro?!”, criticou a líder do PCdoB na Câmara, deputada Perpétua Almeida (AC).

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) também rebateu a declaração de Pazuello. “’Pra que essa ansiedade’, ministro? Não foi você ou seu presidente que perdeu amigos e familiares para a Covid-19, né? Diga isso para às milhares de famílias brasileiras que tiveram perdas na pandemia! Exausta desse grupo no governo!”

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) elencou alguns motivos para a urgência. “Porque já perdemos mais de 182 mil pessoas pela Covid. Porque estamos sem data para começar a vacinação. Porque estamos com hospitais cheios, com falta de insumos. Porque temos um presidente que faz campanha contra a vacina. Esses são alguns dos motivos, ministro!”, afirmou.

“Vários países da Europa, começando pela Inglaterra já iniciaram vacinação em massa. Os Estados Unidos também iniciaram vacinação massiva. Deixaram toda logística pronta para isso. É assim que se comportam os países quando a vida do seu povo está em jogo.”

Por Redação RBA

O governo de Jair Bolsonaro propôs ao Congresso Nacional fixar o salário mínimo de 2021 em R$ 1.088, conforme previsão do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), encaminhada nesta terça-feira (15) ao Congresso. O reajuste, de 4,11%, considera somente a projeção do Ministério da Economia para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020 e não traz nenhum aumento real na comparação com o piso atual, de 1.045 reais.

O valor é R$ 21 maior que o proposto em agosto, quando o Ministério da Economia divulgou a proposta orçamentária para o ano que vem. O aumento se deve à revisão da projeção para a inflação medida pelo INPC.

Entre 2011 e 2019, vigorou o reajuste real do piso, ou seja, sempre acima da inflação. O aumento era calculado pela inflação do ano anterior mais o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. A política de valorização do salário instituída pelos governos Lula e Dilma, em acordo com amplos setores da sociedade, foi extinta no ano passado pelo governo de Jair Bolsonaro.

Prêmio aos imbecis que elegeram Bolsonaro, principalmente aposentados!

“Bolsonaro trata os brasileiros como imbecis”, diz Paulo Pimenta, após ele confessar que Queiroz pagava suas contas pessoais

Do 247:

O Brasil atingiu um grau de degradação institucional tão absurdo que nem mesmo a confissão feita por Jair Bolsonaro de que suas despesas pessoais eram pagas com os recursos do esquema de corrupção da “rachadinha”, que desviava salários de servidores públicos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), provoca mais indignação. Foi preciso que o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), ex-líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, dissesse o óbvio. “Bolsonaro trata todos nós como imbecis”, disse ele nas redes sociais.

Mais cedo, Bolsonaro foi ao programa do apresentador José Luiz Datena, na Bandeirantes, e fez sua confissão. “Vamos apurar? Vamos, mas cada um com a sua devida estatura, e não massacrar o tempo todo, como massacram a minha esposa, quando falei desde o começo que aqueles cheques do Queiroz ao longo de dez anos foram para mim, não foram para ela. Eu dava 89… divide aí, Datena. R$ 89 mil por dez anos, dá em torno de R$ 750 por mês. Isso é propina? Pelo amor de Deus! Pelo amor de Deus! R$ 750 por mês. O Queiroz pagava conta minha também. Era de confiança, t, afirmou, sem justificar por que emprestaria dinheiro para que Queiroz pagasse suas próprias contas pessoais.

Pimenta reagiu com indignação. Confira: @jairbolsonaro se vitimiza e trata todos nós como imbecis. Autoriza a quebra do teu sigilo bancário, do teu filho, da Lady Micheque, do Queiroz e prova que não tem dinheiro sujo nas contas. Chega de cinismo !! Prova que não tem dinheiro da milícia nas contas de vcs.

Bolsonaro diz que vai pautar o excludente de ilicitude na “nova Câmara”

Do 247

Um dia depois do ministro Edson Fachin suspender a resolução que zerava a alíquota de importação de armas, Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira 15, que vai pautar o excludente de ilicitude na “nova presidência Câmara”.

A declaração foi dada durante cerimônia em São Paulo, no dia de aniversário de 189 anos da Polícia Militar do estado. Ele acredita que seu candidato a presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira (PP-AL), assuma o comando da Casa e toque a agenda conservadora.

“Aos hipócritas, não é permissão para matar. É o direito de não morrer, dar a vida se preciso for. Entre a vida de um policial e de mil vagabundos ou de 111 vagabundos, que é um número bastante emblemático, eu fico com aquele policial militar”, disse ele em referência ao massacre do Carandiru, em 1992. Na época, 74 policiais foram processados por participar da ação.

“Policial tem que cumprir sua missão e ir para casa descansar e não aguardar notícia do oficial de Justiça”, disse.

Licença para matar! A polícia que mais mata no mundo se transformará oficialmente em “pelotão de execução do estado”. Pena de morte oficializada do jeitinho brasileiro.

Fonte: Jornal alto vale

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/11/27/pazuello-minimiza-falta-de-plano-para-vacinacao-no-pais/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra