O maior canal de informação do setor

Confira o perigo de consumir medicamentos vencidos

748

É comum manter em casa um pequeno estoque com medicamentos que podem fazer toda a diferença em situações emergenciais do dia a dia. Quando vem aquela dor de cabeça que chega a gerar insônia após um dia exaustivo, ou aquela azia, é cômodo ter em mãos um analgésico, um antitérmico ou um antiácido para recorrer a uma solução rápida para alívio de dores e mal-estar.

Veja também: Fabricantes de remédios dos EUA podem ter de revelar preços em comerciais de TV

O especialista explica que o prazo de validade, seja de produtos, alimentos ou medicamentos, é a data limite na qual o fabricante garante completa segurança e eficácia do medicamento e, por isso, é importante ser respeitado.Segundo Mathias Adorno, farmacêutico de formação, “o perigo do estoque farmacêutico caseiro é a prática da automedicação”. De acordo com o executivo, ao primeiro sinal de indisposição, as pessoas recorrem a um medicamento que está guardado há bastante tempo, sem sequer checar o prazo de validade, principalmente no momento da crise.

Siga nosso Instagram

Riscos ao ingerir medicamentos vencidos

“É essencial ressaltar que, após esse período determinado pela indústria farmacêutica, a eficácia do remédio pode não ser a mesma. Ou seja, se você estiver com dor ou mal-estar e optar por tomar um remédio vencido, os sintomas podem não passar”, comenta o executivo. Mas, esse não é o maior problema que pode ser causado por essa negligência. Segundo Adorno, ignorar esse prazo pode acarretar conseqüências sérias. “Muitas pessoas necessitam de medicamentos controlados ou de uso contínuo, portanto, quando esses medicamentos perdem a eficácia, podem colocar em risco a integridade física, psíquica, e até mesmo a vida do usuário”.

Antibióticos, por exemplo, combatem infecções específicas, e caso o remédio esteja fora da validade, ele pode não oferecer a mesma capacidade e, portanto, um processo infeccioso não resolvido pode acarretar sérios problemas, desde a persistência dos indícios até um agravamento do quadro. Por via das dúvidas, cheque sempre a data de validade antes do consumo de medicamentos, vitaminas, cosméticos e alimentos, para que não cause nenhuma consequência ou dano que pode ser evitado caso este cuidado seja tomado.

Fonte: A Crítica.net

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação