fbpx
O maior canal de informação do setor

CRF-MT alerta para aumento dos riscos com drogas e álcool na pandemia

203

Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso (CRF) alertou para aumento dos riscos com drogas e álcool na pandemia.

Veja também: Em busca de lucros maiores, operadoras de saúde defendem redução de coberturas no STJ

O Dia Nacional de Combate às Drogas e Alcoolismo foi lembrado no dia 20 de fevereiro e o CRF reforça o papel do farmacêutico em orientar as pessoas que enfrentam problemas devido ao consumo, assim como os reflexos na saúde dos familiares.

Siga nosso Instagram

O uso abusivo de drogas é um problema de saúde pública em escala internacional, com consequências que afetam a saúde física e psicossocial de indivíduos de todas as classes sociais, faixas etárias, gêneros e raças, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Uma pesquisa exploratória conduzida pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) em 33 países da América Latina e do Caribe identificou que as contingências econômicas e sociais impostas pela pandemia de covid-19 ampliaram o consumo de álcool durante a pandemia, tanto entre homens quanto entre mulheres.

O estudo da Opas aponta que 74% dos brasileiros entrevistados beberam durante a pandemia, e 42% beberam de forma pesada em algumas situações.

O farmacêutico Fabrício Caram, explica que o uso abusivo de drogas passa primeiro pela experimentação. E, por isso, a prevenção é a melhor estratégia para evitar quadros de dependência.

Quanto ao tratamento desta que constitui uma doença crônica e progressiva, Fabrício destaca a necessidade de tratamentos personalizados.

Quando o usuário de drogas coloca em risco a própria vida e a de outras pessoas, a internação pode ser recomendada.

Fabrício relata que aproximadamente 20% dos pacientes tratados na rede primária bebem em um nível considerado de alto risco, pelo menos fazendo uso abusivo do álcool.

Sobre drogas, a Organização das Nações Unidas (ONU) indica que globalmente 35 milhões de pessoas sofrem de transtornos decorrentes do uso de drogas.

A droga mais usada no mundo continua a ser a maconha. A prevenção e o tratamento continuam insuficientes em muitas partes do mundo.

Por ano, apenas uma em cada sete pessoas com transtornos decorrentes do uso indevido de drogas recebe tratamento. Quando se trata de dados brasileiros, 3,563 milhões de brasileiros consumiram drogas ilícitas em um período recente.

Fonte: Leiagora – Portal de Notícias

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação