fbpx
O maior canal de informação do setor

Covid-19 reduziu resposta à aids em 40 países, segundo ONU

Às vésperas do Dia Mundial de Luta contra a Aids, lembrado nesta quarta-feira (1º), o Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids) divulgou um relatório na segunda-feira (29) em que alerta para a possibilidade de que o mundo registre 7,7 milhões de mortes relacionadas à doença nos próximos dez anos caso os líderes mundiais não enfrentem as desigualdades agravadas pela covid-19. Ao menos 4,6 milhões dessas mortes são consideradas evitáveis.

Segundo a entidade, a pandemia do novo coronavírus reduziu em ao menos 40 países a resposta à aids, fazendo com que pessoas que vivem com o HIV deixassem de iniciar o tratamento para a doença. Em cerca de 84 países, os serviços de redução de danos para pessoas que usam drogas – uma das formas ligadas à transmissão do vírus – também foram interrompidos durante a pandemia. Em 2020, o mundo registrou 1,5 milhão de novas infecções por HIV, de acordo com o órgão.

Em sua mensagem do dia mundial de combate à doença, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, afirmou na segunda-feira (29) acreditar ainda ser possível ‘acabar com a epidemia [de aids] até 2030’. ‘Mas isso exigirá uma ação intensificada e maior solidariedade. Para vencer a aids e construir resistência contra as pandemias de amanhã precisamos de ação coletiva’, disse.

No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou para tratamento de HIV na segunda-feira (29) o uso de um comprimido que combina dois antirretrovirais, a lamivudina e o dolutegravir sódico. A dose única é considerada uma maneira de simplificar o tratamento e garantir a adesão dos pacientes. O medicamento aprovado é indicado para pessoas acima dos 12 anos ou com pelo menos 40 kg.

Desde 1996, o Brasil distribui gratuitamente por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) todos os antirretrovirais disponíveis para o HIV. Atualmente, 19 medicamentos podem ser Nexo Jornalusados contra o vírus.

Fonte: Nexo Jornal

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/procura-por-seguro-para-farmacias-mais-do-que-dobra-na-mapfre/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra