O maior canal de informação do setor

Dá para pagar precatórios e reajustar em R$ 14 bi o Bolsa Família, diz IFI

157

A IFI (Instituição Fiscal Independente), ligada ao Senado, aponta ser possível pagar os R$ 89,1 bilhões de precatórios previstos para 2022 e incrementar em R$ 14 bilhões o orçamento do Bolsa Família sem furar o teto de gastos, a regra que limita o crescimento de despesas da União.

Nas contas da IFI, a medida é possível em que seja mantido um patamar que não inviabilize o funcionamento da máquina pública. Eis a íntegra do relatório (3 MB)

Segundo cálculos da instituição, para viabilizar o pagamento dos precatórios essas despesas discricionárias teriam que ficar em cerca de R$ 104 bilhões no ano que vem, abaixo dos R$ 114,8 bilhões previstos no PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual).

Em 2022, a folga inicial no teto de gastos (com inflação IPCA a 8% e INPC a 8,3% em 2021) seria de R$ 17,2 bilhões. ‘A redução da projeção de despesas discricionárias entre o cenário apresentado em junho e o atual e essa folga devem permitir o pagamento integral do novo nível de precatórios (R$ 89,1 bilhões)’, diz.

Fonte: Poder 360

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/entenda-os-principais-pontos-da-mp-do-novo-bolsa-familia/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação