O maior canal de informação do setor

Deputados estaduais do Paraná votam regras para terceira dose

145

Os deputados estaduais votam hoje, projeto que regulamenta a aplicação da chamada terceira dose ou dose de reforço da vacina contra a Covid-19 no Paraná. Pela proposta, as doses complementares respeitarão a forma e a ordem pré-estabelecida pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) e pelo Plano Estadual de Vacinação da Secretaria de Estado da Saúde.

Com o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), caberá à secretaria a recomendação e aplicação da vacina, bem como definir o caráter periódico, caso haja essa necessidade.

Autor da proposta, o deputado Delegado Francischini (PSL) aponta a importância do reforço a grupos mais vulneráveis como profissionais da saúde e idosos. ‘Os primeiros encontram-se na linha de frente do combate à Covid, ficando diretamente expostos ao contágio, enquanto os segundos são os que possuem maiores chances de complicações decorrentes da contaminação, razão pela qual, justifica-se o reforço na imunização’, defende.

Na semana passada, o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, disse que na quarta-feira, o Paraná deve receber doses de vacina para a aplicação do reforço em idoso com idade acima de 70 anos e imunossuprimidos (pessoas com sistema imunológico mais enfraquecido e vulnerável a infecções), conforme nota técnica do Ministério da Saúde. De acordo com dados da Sesa, o Paraná já vacinou mais de 90% da população adulta com pelo menos uma dose e 32,68% da população está com a imunização completa.

Fonte: Bem Paraná Online

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/terceira-dose-sera-prioritariamente-com-imunizante-da-pfizer-diz-queiroga/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação