fbpx
O maior canal de informação do setor

Dólar opera em alta após dois dias de queda acentuada

356

dólar opera em alta nesta sexta-feira (21), após dois dias de queda acentuada, mas ainda estava em curso de registrar sua segunda semana consecutiva de perdas após alívio em temores políticos domésticos e arrefecimento dos rendimentos dos títulos norte-americanos.

Às 9h14, a moeda norte-americana subia 0,82%, vendida a R$ 5,4594. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, o dólar fechou em queda de 0,92%, a R$ 5,4150, menor valor para um fechamento desde 11 de novembro do ano passado (R$ 5,403). Com o resultado, passou a acumular queda de 2,87% na parcial do mês e do ano.

Cenário

Investidores continuaram atentos a preocupações domésticas, com destaque para reivindicações de servidores públicos, que participaram de manifestações em Brasília na terça-feira para exigir reajustes salariais.

No ano passado, a confiança dos investidores na saúde das contas públicas foi chacoalhada pela promulgação da PEC dos Precatórios, que alterou a regra do teto de gastos para permitir mais despesas do governo.

No exterior, a expectativa de que os juros dos Estados Unidos começariam a subir na próxima reunião do Federal Reserve perderam força, uma vez que o crescimento da variante ômicron do coronavírus trouxe preocupações de desaceleração da economia.

Fonte: G1

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação