O maior canal de informação do setor

Dor na nuca pode ser causada por quatro condições

346.781

Dor na nuca

 

Dor na nuca é uma queixa que pode ser amena ou tão intensa a ponto de atrapalhar tarefas cotidianas. Embora possa ser fruto de condições benignas, esse incômodo também pode estar ligado a anomalias que colocam em risco a vida do paciente.

Veja quais são as principais causas da dor na nuca:

O que causa dor na nuca?

Segundo o ortopedista e traumatologista Marcio Alher Fonseca, da Clínica Megamed, dores na nuca são muito comuns e podem ser fruto de várias condições, sendo as principais:

Aneurismas de artérias vertebrais

Embora aneurismas cerebrais causem dores na cabeça, há outro tipo, chamado de aneurisma de artérias vertebrais, que pode gerar dores na nuca que se apresentam de maneira repentina e de forte intensidade.

Essa condição afeta os vasos do pescoço e, se não tratada, pode ser fatal.

Condições osteomusculares

Problemas que afetam a parte ortopédica também causam dores cervicais, como desvios, degenerações na coluna, contraturas e inflamações.

Além da dor, ainda pode haver rigidez, travamento e nódulos.

Meningite

Meningite é uma das causas mais graves de dor na nuca, já que a inflamação na membrana que reveste o cérebro e a medula pode evoluir para lesões que deixam sequelas ou causam morte.

A doença manifesta-se por rigidez e incômodo cervical, mal-estar, febre muita alta e vômito em jatos.

Tensão muscular

Tensão muscular é um tipo de dor que surge em decorrência de estresse físico ou mental, má postura (como se reclinar constantemente para ver a tela do celular) ou enfraquecimento muscular causado por sedentarismo.

Esse problema é uma das causas mais frequentes de dor na nuca e a falta de cuidados propicia o surgimento de outras lesões.

A boa notícia é que a tensão muscular pode ser amenizada somente pela diminuição dos fatores causadores do estresse e a prática regular de atividades físicas.

O que fazer?

É indicado buscar auxílio de um médico para avaliar a verdadeira razão do incômodo. A partir disso, será possível definir o tratamento mais adequado, o qual pode incluir adoção de atividades físicas, RPG, fisioterapia, acupuntura, medicamentos e/ou cirurgia.

Fonte: MSN


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente                                                                                                                                                                               

O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: Setor de suplementos estima crescer 11% em 2019

Saúde vê alto risco de surto de febre amarela no Sul do país e antecipa vacinação

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação